segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

O blog do Trubay e algumas verdades

Ainda sob efeito de uma virose, transcrevo o velho e bom Thurbay Rodrigues - acessa http://www.thurbay.com:

Houve um tempo...
E todos que militam na imprensa de Mossoró sabem disso, que o escroque do Carlos Santos tratava  e tinha o jornalista Pedro Carlos como "filho". É minha mentira? Com direito a beijinhos no rosto e "carinhos outros. Hoje é "arraia miúda", é "pedrinho doido". Isso é lá homem? Diz que vai mergulhar nesse lamaçal de escafandro. Pra que, se o lamaçal é seu habitat natural? E filho de peixe, peixinho é.

Básico...
O jornalista tem o direito, é ético, correto, injuriar, caluniar, ofender, "plantar notícias" (caso do casarão de Dorian)  escrever o que bem entende? Não, claro que não. É direito do injuriado, do caluniado, do difamado, recorrer à Justiça? É. E e ela, a Justiça, quem pune ou  absolve? É sua obrigação. Portanto pode sair matérias em todos os jornais da galáxia "defendendo" o pulha do Carlos do Santos, que não convence ninguém. É tudo frescura. Vitrine que não perdura. Aguardemos.

É preciso mudar
A imprensa de Mossoró tem se notabilizado não pelo papel de informar, formar opinião, esclarecer fatos, analisar outros. Após o advento do "carlismo", nos transformamos numa corja de caluniadores, difamadores, processados. Milito na imprensa há trinta anos - nunca fui processado e sempre fiz jornalismo político -  e evoco o testemunho de jornalistas mais velhos para que apontem quantos foram antes dessa "modalidade" trazida pelo Carlos Santos. O saudoso Nilo Santos era a contundencia personificada. Não me consta de haver sido processado. Kleber Barros, de saudoso memória, idem. Luís Alves, de estilo inflamado, também, e vivos, em atividade, o Renato Severiano e o Emery Costa. É que se fazia jornalismo pelo ideal de o fazer. Hoje, tudo é o dinheiro, não importa como ganho. Se o político  paga, fala-se bem dele, se não se submete a extorsão, é caluniado, difamado.Como me dizia o Carlos Santos, faça uma maldade com ele, que ele "chega junto".

É preciso mudar II
Um político, deputado federal, confidenciou-me certa vez que "quando um jornalista de Mossoro me dá bom dia, quero logo saber quanto custa". Isso, por ser verdade, é uma vergonha. Quero deixar bem claro que não são todos os jornalistas mas uma grande maioria deles. Eu tenho um estilo conhecido como "arrasa quarterão". Gostaria, admiro e invejo, o modo de escrever do Cid Augusto. Não tenho, nem de perto, o seu talento. Sou o que sou, assumidamente. O que eu escrever, tenham certeza, é verdade ou fui mal informado e as desculpas, o conserto do erro, virá imediatamente, sem nenhum constragimento. Trabalhei, as claras, para todos, eu disse todos, os grupos políticos de Mossoró. Antagônicos. Defendi ou critiquei cada um, a seu tempo. Nenhum me processou! Eu estou nessa história atual, com um rôdo em uma das mãos e uma garrafa de água sanitária na outra, tentndo limpar a sujeira e rezando à  volta dos velhos tempos

Pedro Carlos anuncia que dará resposta

Todos que conhecem o jornalista Pedro Carlos, já podem sentir a resposta que ele dará a quem hoje, tenta atingir sua imagem.
E, pelo que sei de bastidores, muita podridão, virá a público, coisa de estarrecer, a o público, mas surpresa nenhuma para quem milita na imprensa local.
É bom que estar tentando fazer barulho colocar as barbas de molho.
Aconselho, a que não se cante vitória antecipada, não.

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Entrevista: Francisco Carlos no De Fato

Por:  Edsilson Damasceno

No ano passado, o secretário municipal da Cidadania Francisco Carlos atraiu para si a responsabilidade de responder aos ataques e críticas feitas pela oposição à administração municipal. Apareceu como "a cara" da defesa e, diante dessa particularidade, começou a ser alçado à condição de um dos nomes do grupo governista, juntamente com a vereadora Cláudia Regina (DEM) e o secretário Alex Moacir (PMDB), à sucessão municipal de 2012. Presidente do diretório do PV em Mossoró, Francisco Carlos, afirma que não buscou esse projeto político, mas se diz preparado para topar o desafio. "Topo, sim, esse desafio", afirmou ao repórter. Francisco Carlos disse que não buscou tal propósito e que o assunto foi que chegou a ele. "Esse assunto veio até a mim e não procurei. Se as condições apontarem para isso e se for aceita pela população aceitar que eu posso representar alternativa, estou à disposição. Estou diante dele com determinação e com disposição", comentou. Nesta entrevista, ele disse que o Partido Verde em Mossoró tem projeto para a chapa proporcional às eleições municiais de 2012 e que alguns nomes surgem e que podem ser candidatos à Câmara Municipal de Mossoró. As conversas, nesse sentido, serão acentuadas a partir do mês de março. Sobre a chapa majoritária, Francisco Carlos afirmou que está à disposição do grupo político ao qual pertence. Confira:

Na qualidade de presidente do diretório municipal do PV, o senhor está preparando o partido para as eleições de 2012? Como está essa articulação?
O PV deverá começar, agora no mês de março, procurar formar uma chapa forte para candidatos à Câmara de Vereadores. Esse é o projeto do Partido Verde para a chapa proporcional. Temos alguns nomes que nos procuram e se colocam como possíveis candidatos.

Se já tem nomes, como está essa projeção da discussão que será iniciada em março?
NÃO VAMOS divulgar nomes. Mas tem muitas pessoas interessadas. Vamos esperar que se concretizem a partir desses encontros que iniciaremos agora a partir do mês de março.

O partido tem também um projeto para o Executivo, já que o seu nome está sendo posto como uma das alternativas do grupo governista. O senhor toparia o desafio de sair candidato à sucessão da prefeita Fafá Rosado?
TOPO, sim, esse desafio. Mas friso que esse assunto não está sendo colocado por mim e não fui em busca dele. Esse assunto veio até a mim e não procurei. Se as condições apontarem para isso e se for aceita pela população aceitar que eu posso representar alternativa, estou à disposição. Estou diante dele com determinação e com disposição.

Mas como o senhor pretende conduzir esse projeto?
GOSTARIA de registrar que não estou lançando o meu nome. Não fui procurado e não faço isso em nenhum momento. É esperar se, se for o caso, as condições apontarem, que o meu grupo político, o grupo político ao qual faço parte, me lance. E não que eu faça...

É sabido que o grupo governista tem um leque de nomes à sucessão da prefeita, entre eles o do senhor. Nesse contexto, como vislumbra esse processo? A prefeita já conversou sobre o assunto? A partir de quando o senhor acha que o grupo deve trabalhar a questão do seu sucessor?
ESTOU observando esse processo com tranquilidade e não com ansiedade. O grupo definirá no momento oportuno. Como você disse, existem alguns nomes que estão sendo analisados e acredito que o que cada um deve estar fazendo é buscar viabilizar o seu nome, e que cada um possa oferecer o melhor possível. E, nesse aspecto, acho que todos os que estão no tabuleiro, dependem de seus partidos, que procurará viabilizar o nome.

Logicamente que, sendo dirigente partidário, o senhor vai procurar entendimento com outras legendas.
ESSA discussão do ponto de vista partidária, a decisão será do grupo, das definições.

Até essas definições, o que o senhor acha que precisa ser feito para que esse processo seja, efetivamente, discutido?
SOBRETUDO, debates. É necessário, antes de qualquer coisa, nos colocarmos à disposição da população. Para que a população possa saber o perfil de cada um, quais as propostas que se tem para a cidade. É preciso discutir Mossoró e o futuro de Mossoró. Estou disposto a fazer essa discussão sobre Mossoró e suas perspectivas. Acho que só é interessante participar do processo eleitoral nessas condições.

O senhor se refere à não-paralisação de ações que estão sendo feitas pela Prefeitura?
É VERDADE. Estamos em um processo de desenvolvimento muito bom. Mossoró vem com um bom modelo de gestão administrativa. Passamos por dois momentos muito bons, nos três mandatos de Rosalba Ciarlini na Prefeitura de Mossoró, e agora no segundo mandato da prefeita Fafá Rosado. A cidade está moderna, se desenvolvendo, gerando emprego, gerando renda para o cidadão. A cidade vai bem e é preciso que se discuta, sempre e cada vez mais, a continuidade desse crescimento.

A partir de quando esses debates podem ser iniciados?
ESSA discussão não é apenas para contribuir para o período eleitoral e deve ser feita sempre. Debater os problemas de Mossoró junto com a população, que quer saber do que se tem para apresentar para a solução desses problemas.

Por falar em problema, a questão da PPI, que causou um prejuízo superior a R$ 20 milhões a Mossoró, foi resolvida?
A discussão da Programação Pactuada Integrada (PPI) não está solucionada. No entanto, a gestão da saúde envolve muitos problemas, além da PPI. Estamos encontrando, junto ao Governo do Estado, junto ao secretário Domício Arruda, o apoio necessário para que todos esses problemas sejam resolvidos. Nesse primeiro momento, discutimos a questão da complementação da tabela SUS, a questão das cirurgias ortopédicas, a questão de leitos de UTI's... Todas essas questões são necessárias e pertinentes e certamente chegaremos no momento em que a Programação Pactuada Integrada também será rediscutida e analisada para que a gente possa minimizar a situação da saúde de Mossoró.

Essa complementação de 12 leitos de UTI, já anunciada pela prefeita Fafá Rosado, sana o problema?
NO início do mandato da prefeita Fafá Rosado Mossoró tinha 14 leitos e hoje tem 33. E ainda é pouco, e com a complementação de 12 chegará a 45. E continuará sendo pouco, insuficiente. A cidade de Mossoró precisa chegar a 61 leitos de UTI para que possamos fazer a relação com a população existente e dizer que existe uma estrutura suficiente.

Com relação à estrutura da saúde, é preciso melhorar?
Tendo em vista a saúde brasileira, Mossoró tem um bom serviço dentro do contexto. É um serviço que enfrenta problemas sérios. Em Mossoró, conseguimos uma boa estrutura de saúde, com uma boa quantidade de profissionais. Mas isso não quer dizer que a população esteja plenamente satisfeita com os serviços ofertados. A gente tem que reconhecer os avanços e termos a consciência de que os problemas estão aí para serem resolvidos. Temos que encarar com coragem, determinação e sinceridade. Não fazer de conta de que nada está acontecendo.

No ano passado, o senhor foi para a linha de frente saindo em defesa da prefeita Fafá Rosado, respondendo críticas e acusações da oposição. Esse fator o teria credenciado a ser um dos nomes para 2012. A partir de qual momento o senhor entendeu que era preciso colocar a 'cara à tapa'?
TENHO a convicção grande de que a prefeita tem o melhor dos interesses com a cidade de Mossoró. Tem bons planos e bons projetos, e isso ficou sempre bem claro na minha cabeça. Quando parcela da oposição, de maneira injusta e de maneira equivocada, começou a diminuir a importância do trabalho da prefeita, não tive a menor dúvida de sair em defesa dessa gestão e desse projeto político. Não me arrependo de ter feito e acho que fiz bem esse papel. Sendo necessário, farei novamente, independente de interesses pessoais, interesses políticos. A principal preocupação é com o êxito da administração Fafá Rosado.

Sendo titular de uma secretaria que comanda ações importantes, como a saúde e educação, o senhor deve ter, digamos, interesses no Governo Municipal em relação a parcerias...
ESPERAMOS, primeiramente o trânsito e o diálogo, e isso já está acontecendo, para discutirmos problemas comuns, porque existem coisas em que o Estado pode nos ajudar, bem como outras que nós podemos ajudar ao Estado. Isso em nome e interesse da população. Já estamos iniciamos esse diálogo. Conversas sobre o transporte escolar, já que podemos assumir esse serviço e que o estudante tenha esse serviço de qualidade. Precisamos aprofundar discussões de parceria na saúde. Na área da cultura existe uma série de ações que podem ser feitas de mãos dadas, pois os interesses são comuns.

Prefeitura de Mossoró antecipa pagamento de fevereiro

Uma péssima notícia para os profetas do caos em Mossoró.

Ei, meninos e meninas que vivem tentando provar por A mais B que a administração Fafá Rosado é o caso.

Pois não é que neste sábado, os servidores da Prefeitura de Mossoró tiveram uma surpresa.

É, sim.

A Prefeitura de Mossoró já liberou o pagamento dos salários de fevereiro, o que era previsto apenas para segunda-feira.

Se é uma péssima notícia para os profetas do caos, então é lógico que é ótima para o funcionalismo municipal.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Secretário de Segurança em Mossoró

O secretário estadual de Segurança Pública, Aldair Rocha, comandou no início da noite desta sexta-feira, 25, solenidade no Segundo Batalhão de Política Militar (II BPM) de Mossoró.
No evento ele falou sobre ações desenvolvidas pela Secretaria de Segurança na cidade e região em combate ao crime organizado.
Ele anuncia que a partir de agora, operações como a de hoje, que mobilizou Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária, serão seqüenciadas.

Walter Fonseca prepara transição no Correio da Tarde

De acordo com notícia colhida por este blob, o ex-reitor Walter Fonseca já prepara a substituição no comando do jornal Correio da Tarde, da qual é colunista e diretor.

Para a diretória geral, Walter está trazendo de Natal, seu filho Kadu Fonseca.

Ele terá ao seu lado, Cristovão Lima, professor da Uern, e que já foi diretor do jornal O Mossoroense.

Para a coluna, ainda não foi definido o nome, o que acontecerá na próxima semana.

Deverá ser escolhido um nome de Natal, já que o jornalista Pedro Carlos continuará como o principal colunista de Mossoró.

Além de Walter Fonseca, Vagner Gutemberg será outro secretário de Micarla

Além de Walter Fonseca, outro nome de destaque a assumir uma secretaria no governo Micarla de Souza, é Vagner Gutemberg.
Ex-secretário dos governos Wilma de Faria, Vagner é mais um nome entre os notáveis que Micarla está convidando para compor seu primeiro escalão.

Walter Fonseca será secretário de Educação de Natal

O ex-reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), professor Walter Fonseca, é o escolhido pela prefeita de Natal, Micarla de Souza, para a Secretaria de Educação.

Além da experiência e da competência comprovadas de Walter Fonseca, outro critério que condicionou a escolha, é o fato de ser ele, uma das lideranças do PV.

Micarla de Souza manteve agora, sempre um novo do PV na Secretaria da Educação.

Esse critério será mantido com Walter Fonseca.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Está chegando a ora de se contar historinhas do blogueiro do suspensório

Ora pois, pois.  Sou informado por um antenado que o blogueiro de suspensório está comemorando que a Revista Papangu, irá divulgar os responsáveis pelo blog do Paulo Doido, que tanto sucesso fez por aqui.
E estaria afirmando o blogueiro do suspensório, que será conhecido quem era que usava do pseudônimo “Paulo Doido” para caluniar, injuriar e difamar.
E quem disse que quando Paulo Doido acusava o tal blogueiro estava caluniando, injuriando e difamando?
Ora, nós mesmos muito antes de Paulo Doido, apontamos uma série de molecagens, pilantragens e safadezas praticadas pelo blogueiro – que diga-se de passagem nunca deu um piu em contrário.
Nós mesmos apontamos e, desafiamos ao mesmo que provasse em contrário, que ele não é useiro e vezeiro da prática da extorsão, do roubo, da perobagem, da pedofilia etc e tal.
Talvez agora, seja chegada a hora de se publicar questões como as extorsões contra o ex--prefeito Bruno e o atual prefeito de Areia Branca, Souza.
A posse indevida de dinheiro do Jornal de Fato, a extorsão contra a Câmara Municipal de Mossoró.
O dinheiro recebido para divulgar pesquisa vajuta que mostrava uma suposta virada de Larissa Rosado, no dia da eleição municipal de 2004 em Mossoró etc e tal, que provocou sua retirada imediata dos microfones da FM 95, pelo então diretor da emissora, Manoel Ribeiro.
Tem mais, muito mais.
É, realmente, está chegando a hora.

Governo do Estado inicia pagamento de salários de feveiro nesta sexta-feira, 25

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte inicia o pagamento dos servidores, referente ao mês de fevereiro, a partir desta sexta-feira, dia 25. O pagamento será efetuado na sexta-feira e na segunda-feira, 28.

Recebem amanhã os servidores com as matrículas terminadas em 1 a 5. No dia 28 serão efetuados os pagamentos das matrículas com final 6 a 0.

Nestor Caparro foi extraditado de Mossoró para os Estados Unidos

Um dos maiores traficantes da Colômbia, Nestor Capparro, que se encontrava preso no Presídio Federal de Mossoró, foi extraditado para o Estado Unidos, nesta quinta-feira, 24, para o Estados Unidos.

A operação foi comandada por uma equipe do FBI, a partir do aeroporto Dix-sept Rosado.

O traficante Nestor Caro Chapparro foi preso quando saía de um prédio, na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, com a mulher venezuelana, grávida de sete meses.

A prisão foi feita pela Polícia Federal com apoio da Agência Americana de Combate às Drogas e da polícia da Colômbia.

Ele era procurado desde a década de 1990 e nos últimos cinco anos vinha se alternando entre a Colômbia, o Brasil e a Venezuela.

Chapparro estava sendo monitorado desde há algum tempo e no apartamento alugado por ele foi encontrado um passaporte venezuelano com um nome falso.

A Agência Americana de Combate a Entorpecentes oferecia uma recompensa de US$ 5 milhões pela prisão do traficante. De acordo com as investigações, Chapparro comandava um quadrilha que enviava cinco toneladas de cocaína por ano para os Estados Unidos.

A droga saía da Colômbia, passava pelo Brasil e seguia de navio para os Estados Unidos.

Segundo a Polícia Federal, Chapparro admitiu que é traficante. Ele foi levado para a superintendência da Polícia Federal do Rio, depois da prisõa.

Ele foi transferido para a carceragem de Brasília onde ficou preso por um tempo.

Depois foi transferido para o Presídio Federal de Mossoró, no ano passado e hoje foi extraditado para os Estados Unidos.

FBI em Mossoró

Uma equipe do FBI esteve em Mossoró na manhã desta quinta-feira.
Veio extraditar o traficante Nestor Camacho, colombiano que estava preso no Presídio Federal.
A operação durou cerca de 20 minutos e foi feito, como de praxe nesses foi extraditado para os Estados Unidos.

Sindsercamm realizará eleição de diretoria

O Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal de Mossoró (SINDSERCAMM) prepara-se para realizar eleição de sua nova diretoria.

As inscriões de chapas foram abertas segunda (21).

A presidente Cledna Dias, ainda não anunciou se vai concorrer a mais um mandato.

A eleição acontecerá no dia 21 de março, das 7h às 17h.

Novo diretor estadual da Rede Tropical visita Rádio Libertadora

O novo diretor da Rede Tropical de Comunicação Fernando Eugênio, se encontra em Mossoró. Visita a Rádio Libertadora para fazer levantamento sobre as condições atuais da emissora. Ele está em companhia de Tarcizinho Maia. Foram recebidos pelo diretor local da empresa, Josivan Alves.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Notícia da coluna do jornalista César Santos do Jornal De Fato

Nota I
A prefeita Fafá Rosado (DEM) pinçou mais um nome da equipe técnica para compor o primeiro escalão do seu governo. A servidora Vera Cidley Paz de Lira de Castro Soares, que faz parte do quadro do município há 26 anos, será nomeada para o cargo de Gerente do Desenvolvimento Urbanístico. Ela substituirá o arquiteto Alexandre Lopes, que está indo para a Sedetema, em lugar do engenheiro Yuri Tasso.

Nota II
Vera Cidley é arquiteta urbanística, com pós-gradução em Gestão Ambiental. Também é professora da Uern, na cadeira da História da Arte, além de ter o título de bacharelado em Direito pela Uern. A servidora foi convidada pela prefeita há uma semana e ontem deu a resposta positiva. Ela será empossada na próxima segunda-feira, 28.

Notícia da coluna do jornalista César Santos do Jornal De Fato

Fafá Rosado reunirá secretariado

A prefeita Fafá Rosado reunirá nesta quinta-feira, às 9h, no Hotel Vila Oeste, todo o secretariado.

Em pauta o planejamento para o ano de 2011, com destaque para os projetos e ações prioritárias.

Depois do encontro, a prefeita Fafá Rosado falará sobre as definições, que foram antecipada na mensagem anual lida por ela no Plenário da Câmara Municipal de Mossoró na abertura do exercício legislativo.

Paulo Linhares diz que é acionista majoritário da Rádio Difusora e que a emissora não será vendida

“A quem está plantando notícias de que a Rádio Difusora será vendida, eu vou dizer como Zagalo: vocês vão ter que me engolir”.

A declaração foi feita pelo diretor da Difusora, jurista Paulo Afonso Linhares, em participação no programa Política em Debate, desta quarta-feira, 23.

Paulo Linhares se referia a informações veiculadas por setores da imprensa local, segundo as quais o deputado federal Henrique Alves seria o acionista majoritário e que assim, iria vender a emissora.

Paulo Linhares lembrou que se alguém desejar vender a Rádio Difusora, terá que passar por ele que é o acionista majoritário.

“E eu não tenho o mínimo interesse em vender a Rádio Difusora, por isso vão ter que me engolir”, finalizou.

Larissa tem reunião com agentes penitenciários

A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) recebeu na tarde desta terça-feira em seu gabinete, na Assembleia Legislativa, uma comissão de suplentes de agentes penitenciários.

Os suplentes que foram aprovados no concurso de 2009 e já passaram por todas as etapas de classificação, reivindicam agora, a abertura de mais 600 vagas para o cargo no Sistema Penitenciário do Estado, através do curso de formação de agentes.

A proposta da comissão é que se elabore um projeto de lei para abertura dessas vagas. Segundo Eliezer Dantas, integrante da Comissão dos agentes, destaca que o apoio da deputada Larissa Rosado é de fundamental importância no fortalecimento da reivindicação.

“Nós sabemos que a deputada Larissa é importante defensora dos interesses das categorias, trabalhando nos últimos meses pela convocação dos suplentes da Polícia Militar do Estado. Temos certeza que seu apoio irá fortalecer ainda mais a nossa luta”, afirma Eliezer.

Larissa Rosado reafirmou o apoio nas causas da categoria, acrescentando conhecer de perto a situação do Sistema Prisional do Rio Grande do Norte.

“Nosso mandato sempre esteve à disposição para lutar em favor de melhorias para Segurança Pública, seja na contratação de mais policiais, na reforma e ampliação de estrutura das delegacias, na compra de equipamentos. A abertura de vagas para agentes penitenciários sem dúvida contribui para essa melhoria”, declara.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Dilma na folia do RN

A presidente Dilma Rousseff escolheu o litoral potiguar para passar o carnaval. Ela usará a estrutura da Barreira do Inferno para descansar e aproveitar a praia.

A presidente virá com a familia, a filha Paula, o marido e o neto Gabriel. Até o berço do bebê já foi comprado e custou R$ 800.

Dilma Rousseff usará o Hotel de Trânsito da Barreira do Inferno.

Receita Federal de Areia Branca não vai mais fechar

O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho e a deputada federal Sandra Rosado (PSB-RN) receberam hoje (22) a garantia do secretário da Receita Federal do Brasil (RFB), Carlos Alberto Barreto, de que a Agência da RFB em Areia Branca não será fechada.

Barreto mudou de idéia após ouvir os fortes argumentos do ministro Garibaldi Alves Filho para a permanência daquela unidade da Receita no Rio Grande do Norte.

O prefeito da cidade, Manoel Cunha Neto (o "Souza"), recebeu a notícia sobre a permanência da RFB do próprio ministro Garibaldi Filho.

"A Receita Federal é fundamental para a cidade", afirmou.

E acrescentou: "Foi fundamental a intervenção do ministro Garibaldi Filho e da deputada Sandra Rosado para evitar esse retrocesso".

A Agência da Receita Federal de Areia Branca também atende outros quatro municípios: Grossos, Tibau, Porto do Mangue e Serra do Mel.

Rosalba é recebida pela ministra da Cultura ao lado de Sandra Rosado

"Tenho xodó por banda de música". A revelação foi feita pela ministra da Cultura, Ana de Holanda, ao elogiar o projeto de Cultura Popular apresentado pela governadora Rosalba Ciarlini e pela secretária Extraordinária da Cultura, Isaura Rosado, nesta terça-feira, 22, em Brasília.

O projeto conterá diversas expressões da cultura potiguar, como dança, poesia, música e literatura, artes visuais e cênicas, além de mostras e seminários envolvendo a academia. "A ministra foi muito receptiva aos nossos pleitos", adiantou a governadora Rosalba Ciarlini, que foi apresentada pelo ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, como a grande construtora da cultura mossoroense. Rosalba falou do Teatro  Municipal Dix-huit Rosado, um dos mais modernos do Nordeste construído quando ela era prefeita; dos eventos Auto da Liberdade e Chuva de Bala no País de Mossoró, que levaram diretores de expressão nacional como Gabriel Vilela, Bicudo e Antonio Abujamra, além de outros incentivos à cultura.

Na primeira visita como governadora, Rosalba disse querer apoio do Ministério para os novos projetos e manutenção dos já firmados. A ministra Ana de Holanda afirmou que irá acompanhar todos os projetos de perto, acatando pedido da governadora para que ela ajude ao Estado a captar recursos junto à Petrobras.

A governadora pediu, ainda, que o Ministério reveja os nove projetos que foram cancelados pela Fundação José Augusto (FJA) no governo anterior, entre eles, Agentes de Leitura, para a contratação de 500 alunos do ensino médio que estimulariam a leitura de pessoas inscritas no Bolsa Família. O Governo do Estado, que já havia feito a contrapartida, devolveu mais de R$ 3 milhões. Outro projeto nas mesmas condições é o Carreta Palco, que recebeu, inclusive, emenda da deputada Fátima Bezerra.

A ministra se surpreendeu ao saber que o Governo do RN devolveu dinheiro, reconhecendo as dificuldades para se conseguir liberação desse porte, e se comprometeu a analisar os projetos. Só de emendas para a cultura potiguar existem alocados no Orçamento Geral da União (OGU) R$ 7,2 milhões. Emendas de autoria da então senadora Rosalba Ciarlini e dos deputados Sandra Rosado e Rogério Marinho. Haverá um esforço para que esses recursos sejam liberados. A Secretária Extraordinária para Assuntos da Cultura, Isaura Rosado, também vai recorrer à Lei Rouanet de incentivo à cultura, através da renuncia fiscal.

A comitiva potiguar foi unânime no apoio pedido pela secretária para a Coleção Mossoroense Vingt-un Rosado, uma das maiores do país e a única especializada nos estudos da seca e semiárido. Também participaram da audiência, a vice-prefeita de Mossoró, Ruth Ciarlini, e a coordenadora da bancada federal, deputada Sandra Rosado.

Rosalba é recebida pela ministra da Cultura ao lado de Sandra Rosado

"Tenho xodó por banda de música". A revelação foi feita pela ministra da Cultura, Ana de Holanda, ao elogiar o projeto de Cultura Popular apresentado pela governadora Rosalba Ciarlini e pela secretária Extraordinária da Cultura, Isaura Rosado, nesta terça-feira, 22, em Brasília.

O projeto conterá diversas expressões da cultura potiguar, como dança, poesia, música e literatura, artes visuais e cênicas, além de mostras e seminários envolvendo a academia. "A ministra foi muito receptiva aos nossos pleitos", adiantou a governadora Rosalba Ciarlini, que foi apresentada pelo ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, como a grande construtora da cultura mossoroense. Rosalba falou do Teatro  Municipal Dix-huit Rosado, um dos mais modernos do Nordeste construído quando ela era prefeita; dos eventos Auto da Liberdade e Chuva de Bala no País de Mossoró, que levaram diretores de expressão nacional como Gabriel Vilela, Bicudo e Antonio Abujamra, além de outros incentivos à cultura.

Na primeira visita como governadora, Rosalba disse querer apoio do Ministério para os novos projetos e manutenção dos já firmados. A ministra Ana de Holanda afirmou que irá acompanhar todos os projetos de perto, acatando pedido da governadora para que ela ajude ao Estado a captar recursos junto à Petrobras.

A governadora pediu, ainda, que o Ministério reveja os nove projetos que foram cancelados pela Fundação José Augusto (FJA) no governo anterior, entre eles, Agentes de Leitura, para a contratação de 500 alunos do ensino médio que estimulariam a leitura de pessoas inscritas no Bolsa Família. O Governo do Estado, que já havia feito a contrapartida, devolveu mais de R$ 3 milhões. Outro projeto nas mesmas condições é o Carreta Palco, que recebeu, inclusive, emenda da deputada Fátima Bezerra.

A ministra se surpreendeu ao saber que o Governo do RN devolveu dinheiro, reconhecendo as dificuldades para se conseguir liberação desse porte, e se comprometeu a analisar os projetos. Só de emendas para a cultura potiguar existem alocados no Orçamento Geral da União (OGU) R$ 7,2 milhões. Emendas de autoria da então senadora Rosalba Ciarlini e dos deputados Sandra Rosado e Rogério Marinho. Haverá um esforço para que esses recursos sejam liberados. A Secretária Extraordinária para Assuntos da Cultura, Isaura Rosado, também vai recorrer à Lei Rouanet de incentivo à cultura, através da renuncia fiscal.

A comitiva potiguar foi unânime no apoio pedido pela secretária para a Coleção Mossoroense Vingt-un Rosado, uma das maiores do país e a única especializada nos estudos da seca e semiárido. Também participaram da audiência, a vice-prefeita de Mossoró, Ruth Ciarlini, e a coordenadora da bancada federal, deputada Sandra Rosado.

Defesa da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Mossoró

Nota da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Mossoró:  
A liberdade de expressão é uma garantia constitucional e representa o direito de livremente manifestar idéias e opiniões. Em se tratando de gestão pública, a liberdade de expressão é fundamental para a democracia e a pluralidade de pensamentos e ações. Contudo, este direito não pode ser escudo para quem deseja atribuir crime a outros sem provas, denegrir a honra alheia ou simplesmente realizar o achincalhe a terceiros.

 Como no caso da afirmação:

 “Estivéssemos num país civilizado, esse escroque apodreceria na cadeia; fôssemos uma sociedade fundamentalista, ele teria as mãos amputadas e num regime totalitário o fuzilamento em praça pública serviria de exemplo”, postagem do blog de Carlos Santos  sobre Gustavo Rosado, Chefe de Gabinete da Prefeitura de Mossoró, que motivou uma das ações judiciais que ele move contra o jornalista.

Está claro que não se trata de liberdade de imprensa. É obvio que este conteúdo veiculado pelo Blog de Carlos Santos não contém informação nenhuma, não se trata de jornalismo e do direito de informar. É um verdadeiro massacre a honra alheia.

Ao veicular a matéria “Cuidado, jornalista: criticar pode dar cadeia” o Congresso em Foco fez defesa legítima da liberdade de expressão, porém, baseou-se em informações parciais, privilegiou apenas um lado da notícia e retirou frases do seu contexto para justificar uma linha de raciocínio. Quase toda a matéria está baseada em informações prestadas pelo próprio Carlos Santos e pelo seu advogado Marcos Araújo.

E o outro lado? E a juíza que condenou baseou-se em que? E o Ministério Público que se posicionou favorável a condenação? O que contém as outras ações? Apenas pelo fato de existirem 27 ações judiciais representa por si só uma perseguição a liberdade de expressão ou podem também  significar que esteja existindo um abuso desta liberdade?

Marcos Araújo que agora diz  “O Carlos Santos é uma rapaz sério” afirmava há algum tempo atrás algo bem diferente conforme se extrai de uma  numa de suas petições anteriores contra o mesmo jornalista que hoje defende: “é notória com esta matéria jornalística inventada pelo demandado, forjada com requintes da mais absoluta maldade, pois dados e expressões fictícias de impacto foram criados com a intenção de gerar a notícia”.

Ressalte-se que o advogado Marcos Araújo que hoje defende Carlos Santos, foi responsável pelas primeiras condenações judiciais do blogueiro, pelos mesmos motivos.

Não foram apenas as 27 ações movidas pela prefeita Fafá Rosado, o deputado Leonardo Nogueira e o Chefe de Gabinete Gustavo Rosado. O leque é maior. Várias outras ações tramitaram na Justiça e resultaram em algumas condenações. Não é de agora que Carlos Santos usa falsamente o escudo da liberdade de expressão para justificar o ataque à honra alheia.

Carlos Santos chegou atribuir à prefeita Fafá Rosado a alcunha de “Ana Bolena do Semi-Árido”. Sim, Ana Bolena, que em sua curta existência foi acusada de vários adultérios e de incesto com seu próprio irmão, acabou sendo encarcerada e decapitada.

Retira-se ainda das petições de Marcos Araújo, em acusação a Carlos Santos, uma afirmação sobre o assunto: “As pessoas públicas, malgrado mais suscetíveis a críticas, não perdem o direito à honra. Alguns aspectos da vida particular de pessoas notórias podem ser noticiados. No entanto, o limite para a informação é o da honra da pessoa”.

Abaixo algumas das frases postadas por Carlos Santos sobre Gustavo Rosado, irmão da prefeita, que motivaram alguns dos processos. Ao emitir essas “opiniões”, Carlos Santos estava exercendo livre direito de expressão, ou desferindo leviandades?

“O agitador cultural Gustavo Rosado é um exemplo clássico da decadência moral e intelectual da dinastia Rosado”.

“Trata-se de um pobre diabo. Impõe-se, sem um pingo de escrúpulo”.

“Vez por outra surgem informações de que seria “economista”. Diplomado. No máximo sabe o que são ativo e passivo, porque folheou os desenhos do Kama Sutra”.

“Era apenas um burguês mimado, estúpido e ignorante”.

“Remetem a cidade a um regime medieval e de despudor. De incultura e apetite patrimonialista”.

“Quando o poder se volatizar, escorrendo por suas mãos de dândi, Gustavo receberá o que lhe cabe. Ele e sua gente de baixa extração ética”.

“O líder da facção governista, agitador cultural Gustavo Rosado, nunca leu sequer a bula da pomada KY. No máximo folheia a “Caras”, para olhar as figurinhas”.

“Inculto, imbecil e arrogante”.

“o agitador cultural Gustavo Rosado é um subproduto humano. A borra dos Rosado. O que goteja da cloaca, com todo respeito às penosas”.

 “Sujeito recalcado, que nunca foi nada na vida e hoje destila suas frustrações”.

“É uma fraude ambulante, paparicado por um monte de vassalos remunerados”.

E se fosse dito isso tudo com você? A atitude mais civilizada não seria o direito de ir à Justiça para a defesa da honra?  Ninguém pode ser acusado de antidemocrático ou perseguidor por recorrer à justiça sempre que se sinta agredido ou injustiçado.

Ivanaldo Fernandes

Gerente da Comunicação Social

PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ

Notícia do Blog do Gutemberg Moura

O secretário da Cidadania da Prefeitura de Mossoró e também prefeitável, Francisco Carlos, começou a semana prestando contas das ações da saúde, via Twitter. Bem cedo, ele apresentou números impressionantes da saúde.

De cara, Francisco Carlos escreveu que os gastos da Prefeitura com o sistema de saúde, em 2010, foram de R$ 118 milhões e mais de 3,5 milhões de procedimentos.

Em seus posts, o secretário-prefeitável enumerou que a Prefeitura de Mossoró mantém em seus quadros cerca de 250 médicos,110 odontólogos e 160 enfermeiros.

- Uma infra-estrutura invejável para uma cidade desse porte... - considerou ele.
Confira:  http://www.gutembergmoura.com.br.

Notícia do Blog do Thurbay...

Quão desinformado ando.

Acabo de passar uma vista no blog do Thurbay e eis que ele tira a máscara do blogueiro do suspensório.

Está suprimido apenas uma parte do texto.

Confira:

Acabei de dizer, por telefone ao meu amigo Carlos Escóssia, que o chamado "Caso Carlos Santos", para mim, jornalista, estava defasado, porque a minha participação era a de expor a verdade, que desmascara os canalhas.
 E isso eu havia conseguido, até porque, em seu início, recebi e publiquei, dezenas de comentários o defendendo.
 Agora, exposta a verdade, nenhum, porque não recebi nenhum.Mas hoje ele volta a atacar parte da imprensa, a que ele chama de azul turqueza. Não me situo nem nessa ala, nem na do vermelho hemorrágico. Imprensa não é pastoril.
Para voces terem uma ideia, nem eu, nem o Carlos Escóssia, recebemos o comunicado da prefeitura sobre o caso. Privilégio dado ao blogueiro Erasmo Firmino e ao jornalista Cesar Alves, editor do blog do Evânio Araujo.
Escóssia, que não é homem de fugir a palavra, assegurou que o teria publicado e eu também. Refiro-me a isso para voces saberem que tipo de relacionamento eu tenho com a PMM.Se sou azul-turqueza, o é o Carlos Escóssia e o Erasmo Firmino, junto com o César Alves, comandam a ala.Não sou, nunca fui, profissional de receber dinheiro enrolado em papel jornal e, para comprovar isso, invoco o depoimento do próprio Carlos Santos. Lamento não poder depor, nesse sentido, a favor dele. Em relação a estupidez, concordo com ele, Carlos Santos. A minha franqueza geralmente chega a violencia e, se para mante-la, for necessário, não vacilarei: chegarei aos seus extremos.Babaca, é claro que sou. Quer babaquice maior do que a de acreditar nele por vinte e cinco anos??? Eu estou "tomando as dores" do que ele publicou hoje porque eu fui o único a publicar, nominalmente, quem ele é - nem transcrições do que publiquei foram feitas -, então, o negócio é comigo e comigo não tem nem buraco: nem em cima, nem embaixo. Erasmo Firmino, que agora entendeu de ensinar aos jornalistas contratados pela PMM a trabalhar, chegando até a sugerir a substituição do quadro, enxergue que quem começa a agredir os "colegas" é o Carlos Santos como,"sentada a poeira" fez hoje. Saiba voce, que a imprensa de Mossoró, era uma família.
 De uns tempos para cá, após o advento do "carlismo"...Escrevo assim, mandando quem merece..., pois não sou candidato ao Nobel de Literatura nem pretendo tornar-me imortal, via Academias de Letras.Era só o que me faltava!A "imprensa de fora" não conhece o quão canalha, moleque, marginal é o Carlos Santos.
 Perguntem, façam uma enquete, colham depoimentos de quem, realmente o conhece. De quem conviveu com ele, sigam seus passos, seus rastros.
Não é possível que todos estejamos errados e somente ele o certo!
 Que se danem, mas a verdde eu digo com o vocabulário que bem quizer e entender, mas a verdade que não é revisora gramatical, mas a essência da vida. Eu vou voltar a ...desse assunto no meu estilo e não vou permitir, na imprensa que milito, um canalha como o Carlos Santos, confortavelmente, minta, calunie, difame, agrida e, confortavelmente, se autofografe de vestal.

O preço de uma trapaça...

O que dizer de um blogueiro que, depois de ter recebido todo o dinheiro pelo contrato com uma Prefeitura, se aproveitando de uma autorização de cancelamento de um dos processos, posteriormente devidamente pago, feito através de agência de publicidade – tudo registrado, carimbado, avalizado e legalizado -, tentar receber novamente o valor que já havia embolsado?

Mais grave!

Para a traça foi usada uma então vereadora da cidade, que foi inocentemente, ao chefe de Gabinete da citada Prefeitura, para tentar receber o que já havia sido pago.

A trapaça foi desmarcada pelo então secretário de comunicação da Prefeitura.

Que inclusive desafiou a que o blogueiro e seu comparsa, levassem o caso para a assessoria jurídica.

Os espertalhões até disseram que tinham um advogado, porém, o citado jurista, ao ser procurado pelo secretário de comunicação declarou, sem pedir reservas, que não seria assessor de bandidos.

Todas as testemunhas, dos donos da Agência de Comunicação, ao chefe de Gabinete, até o ex-secretário de Comunicação da citada Prefeitura, estão vivinhos da silva para atestar mais esta trapaça.

É só cobrarem, inclusive na Justiça, em nome da limpeza na imprensa de Mossoró, que tudo será desmascarado.

Quanto vale o blogueiro?!

Quando o camarada que atual na mídia se transforma em notícia, existe algo de podre no reinado.

Agora mesmo, me dizem que tem um blogueiro de Mossoró, sempre ele o cari$$imo Carlo$ Santo$, que está se ufanando de ter se transformado em notícia nacional – não confundir com garota nacional.

E se diz perseguido, coisa e tal.

Ora, o que esses blogs nacionais que tem transformado a figurinha carimba do submundo virtual de Mossoró, em super star do sertão precisam é saber o motivo pelo o qual o dito cujo passou a atacar a prefeita Fafá Rosado e sua equipe.

É preciso que se diga, e é chega à hora, que o tal blogueiro, por seis meses, recebeu dinheiro da Prefeitura de Mossoró, no primeiro governo Fafá Rosado, através de um comparsa.

Está tudo documentado, com nota fiscal e tudo mais.

Só que o blogueiro e seu comparsa, queriam extorquir a Prefeitura de Mossoró, pois pretendiam receber por uma página de um jornal semanal, mais do que os jornais diários recebem.

A justificativa era sempre a mesma: nós podemos bater na Prefeitura.

Por isso o contrato foi suspenso.

Desde então, o blogueiro aumentou o tom das críticas e dos ataques ao governo Fafá Rosado.

Ora, como pode um blogueiro que recebeu – sempre através do comparsa -, dinheiro de uma Prefeitura e, por não ter tido seus pedidos aceitos, agora querer fazer-se de vítima por agressões infundadas e desrespeitosas que praticou?

Só não me perguntem o valor que o blogueiro recebia mensalmente da Prefeitura de Mossoró, pois não vou revelar – agora, ainda, não!

Edvan Queiroz é novo delegado regional de Mossoró

Mossoró tem novo delegado regionao.

O bacharel Edvan Queiroz foi nomeado delegado da II Regional da Polícia Civil de Mossoró, conforme o Diário Oficial.

Edvan Queiroz continuará como titular da Delegacia da Serra do Mel e da Delegacia Especializada em Atendimento ao Adolescente Infrator (DEA).

A regional vinha sendo conduzida pelo bacharel Renato Batista da Costa.

Wilma ataca Rosalba

A ex-governadora Wilma de Faria acionou sua metralhadora virtual - leia-se twitter -, hoje, e mirou no governo Rosalba Ciarlini:

Confira as postagens de Wilma de Faria no Twitter pessoal dela (@wilmadefaria):

- "O atual governo do RN dedicou-se ate agora a atacar as gestões passadas..."

- "É uma estratégia política atrasada de quem nao estava preparada para governar o presente nem projetar o futuro do RN - como suspeitávamos".

- "Divulgaram muitas inverdades, pintaram um quadro muito alem do real, denegriram a imagem do RN no Pais..."

- "..algo que prejudica a todos porque afasta investimentos privados e oportunidades de mais emprego, de que tanto precisamos".

- "Fizeram tudo isto, mesmo sabendo que estavam prejudicando o Estado, apenas com um objetivo: eleitoreiro".

- "..De desqualificar aquilo que me diferencia de todos eles, meu maior patrimônio político: minha capacidade de trabalho -"

- "- minha marca maior. Testada, provada e comprovada em todos os meus mandatos à frente do executivo".

- "Querem me tirar do caminho deles. Não conseguirão. A democracia é feita com pluralidade".

- "Eu vou cumprir o meu papel no atual quadro político do Estado. Com plenitude e com a coragem que Deus nunca deixou me faltar".

- "Muitos estranharam meu silencio. Realmente, preferi me resguardar. Evitar um bate boca desigual..."

- "...que apenas atenderia os objetivos de quem tentou provoca-lo".

- "Preferi aguardar que os fatos falassem por si. E eles já começam a se manifestar. 'A verdade tarda mas nunca falha'".

- "Quem me conhece sabe: não sou de fugir ao debate. Comigo nada fica sem resposta. Sou mulher de responsabilidade cívica. Respeito a op. publ".

- "A partir de hoje vou estar aqui, com vocês, analisando os acontecimentos, dizendo o que penso e o que sei sobre a vida política do nosso RN".

- "Exercendo o meu papel de dirigente partidária e de oposição. Com responsabilidade mas com firmeza".

- "Vou começar enfrentando os temas que requerem esclarecimentos. Para reposição da verdade, que tem sido muito distorcida ultimamente..".

- "...de forma desigual, quase hegemônica, pela imprensa - salvo algumas exceções".

- "Vamos falar sobre o tal "rombo nas contas". Uma grande mentira!".

- "Rombo existiu no passado quando o partido que hoje governa o estado atrasava a folha dos funcionários".

- "Quando pagava menos que um salário mínimo a um servidor. Quando pagava professores com um famigerado abono que corroía seus direitos trab".

- "...Uma ilegalidade, um abuso, um absurdo. Eu nunca atrasei um só dia de pagamento a funcionário".

- "Problemas e dificuldades financeiras o Estado tem. É verdade. Há momentos em que se agrava, sim".

- "Quando assumi em 2002 a situação era muito pior. Os balanços estão ai para provar".

- "Mas fiz o meu trabalho e consegui investir, realizar grandes obras e fazer o estado crescer, gerar empregos e reduzir a pobreza".

- "É tudo uma questão de ajuste, de controle e de saber buscar os recursos. Coisa que todo governo deve fazer, principalmente no seu início".

- "Quer ver? Sabe quanto o governo arrecadou agora em Janeiro? Próximo a 600 milhões de reais. Em apenas um mês".

- "Sabe quanto gastou com a folha incluindo todos os poderes? Próximo a 200 milhões ou pouco mais do que isto".

- "Sabe quanto destinou para a divida? 25 milhoes, algo por aí".

- "Sabe quanto sobrou para custeio, programas e investimento? Mais de 200 milhões. O que esta sendo feito com este dinheiro? Boa pergunta!".

- "Vamos atras-Cade a transparência tao propalada nos discursos/por que tiraram do ar o portal que eu criei para mostrar as contas na internet?".

- "Minha gente, o novo governo esta querendo é fazer caixa. Juntar dinheiro para ficar forte...".

- "...enquadrar aliados incômodos, manobrar melhor o cenário político da forma pouco republicana a que estão acostumados".

- "Eles fazem este alarde todo para nao ter que dar aumento a funcionário...".

- "para se proteger melhor das reivindicações por mais recursos dos outros poderes, dos prefeitos pedindo convênios e obras p/seus municípios".

- "...para se desobrigar ou barrigar suas inúmeras promessas de campanha!".

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Paulo Linhares aponta dificuldades de Larissa e seu grupo político para 2012

“O grupo da deputada federal Sandra Rosado tem dificuldade de conquistar alianças, e muito mais de manter, por sua forma de atuar”.

Foi o que declarou, hoje, durante o programa Política em Debate, da Rádio Difusora (1.170khz), o jurista Paulo Afonso Linhares, que é uma das lideranças do PSB.

Paulo Linhares afirma que “até mesmo dentro do PSB de Mossoró candidatura de Larissa Rosado para prefeito não é unânime.

Para o jurista, Sandra Rosado, primeiro tem que pacificar o PSB.
Depois tem que buscar o PDT, PMDB, PT.

“Sandra apoiou Garibaldi, manobra que prejudicou muito a líder do PSB Wilma de Faria’, lembra.
Ele opina que teria que ser um trabalho de somação, de conquista de partidos e lideranças, a partir de partidos como PT e PC do B.

Paulo Linhares identifica outro complicador.

“Com o tratamento que o PT teve na última campanha estadual, de Sandra Rosado e seu grupo, principalmente, ao nome de Hugo Manso, muito dificilmente o partido irá apoiar o nome de Larissa Rosado”, comenta Paulo Linhares.

Alex diz que é soldado de seu grupo político

“Sou um soldado do meu grupo e se vier a ser convocado estou a disposição”.

Foi o que declarou secretário Alex Moacir, ao se pronunciar sobre candidatura ao cargo de prefeito.

Dizendo que tem trabalhado da mesma forma como começou, Alex afirma que tudo vai depender de seu grupo político.

Alex Moacir acrescenta que se o escolhido para a disputa de Prefeitura, irá apoiar o nome que for indicado.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Notícias do Blog de Pedro Carlos


Seria cômico, se não fosse trágico. Pois não é que o grupo da deputada federal Sandra Rosado - formado também pela deputada Larissa Rosado (filha), o vereador Lahyre Neto (filho) e o ex-deputado Laíre Rosado (marido) - resolveu se solidarizar com o jornalista e blogueiro Carlos Santos por este ser "perseguido" pela prefeita Fafá Rosado (DEM) que o processou e conseguiu sentenças na Justiça? Gente, é muita cara de pau em um grupo político só. Já disse aqui e reitero: Sandra e Cia. LTDA não tem autoridade para falar em liberdade de expressão, especialmente em "perseguição" a jornalistas.

Não vou me alongar muito no assunto. Vou dar apenas dois dados. O primeiro deles: sabe qual a primeira condenação por danos morais do blogueiro? Exatamente em processo movido pelo grupo de Sandra. Quem quiser vê-lo pode ir ao Fórum Desembargador Silveira Martins e ter acesso ao seu conteúdo. Carlos foi condenado por ter publicado um boato de que o grupo da deputada teria participação na morte do funcionário público Augusto Escóssia - fato que nunca foi verdade, tanto que causou a condenação.
Aí cabe a pergunta: se os processos de Fafá são "perseguição" à liberdade de imprensa e de expressão, o de Sandra é o que?
Uma outra: o grupo da deputada processa este blogueiro e mais quatro jornalistas do jornal CORREIO DA TARDE - além do próprio veículo - em ações no mínimo risíveis. E cadê comentário sobre isso? Claro que não tem.
Portanto, caro leitor, muito cuidado com o que diz essa turma e os seus assessores. Para não ser enganado por mais um discurso político oportunista. E tenho dito.

Receber dinheiro da Prefeitura e depois tentar extorquir é exemplo de seriedade?

Desde quando um camarada que passou seis meses recebendo dinheiro de uma Prefeitura, através de um jornaleco que se notabilizou pela extorsão, e que teve o contrato encerrado pois queria receber mais do que o devido, passando então a atacar sua prefeita, é exemplo de jornalista?

Como pode ser exemplo um blogueiro que tentou receber Três Mil Reais de uma prefeitura, depois que havia recebido a verba?

Quer dizeer que é um exemplo uma pessoa que usou uma então vereadora para receber R$ 3 mil de uma Prefeitura, depois de ter recebido o dinheiro, juntamente com seu comparsa?

È exemplo de profissionalismo quem hoje ataca uma prefeita e seu auxiliares, só por não ter tido seu pedido de reajuste de patrocínio para um jornal semanal, atendido?

Que exemplo é esse de um blogueiro que, recebendo um patrocínio de uma Prefeitura de Mil e Quinhentos Reais, preço da página de seu jornal semanal, queria aumentar para Cinco Mil Reais, mais do que vale uma página de um jornal semanal, apenas por alertar que se tivesse o contrato rompido iria "bate no governo"?

Ah, bom! Isso é o exemplo da seriedade, é?

Vai ser preciso muito sal grosso

Sal grosso na molera

Lembram da Operação Sal Grosso?

Isso, isso! Uma que denuncia vereadores e ex-vereadores de Mossoró.

Operação Sal Grosso que diz que houve até formação de quadrilha na Câmara Municipal de Mossoró, em um passado não muito distante, sim.

Pois, esta semana juízes e promotores que comandam a mesma ouviram um monte de testemunhas.

E pelo que me dizem, muita gente se enrolou ainda mais.

Não se surpreenda se em breve, uma Cadeia Pública de Mossoró receber novos hospedes.

Mas, nada oficial. Só suposição deste blogueiro principiante.

Nada mais estou autorizado a revelar – ehhehehe....

Vem ai o Blgo do Manoel Ribeiro



Vem ai o Blog do Manoel Ribeiro

Atenção canalha.

Prepare o lombo que vem ai, o blog do meu líder Manoel Ribeiro.

Quem tem rabo de palha, é bom ir se acautelando.

Tipo uns meninões dados a uma extorsão, que inventam histórias e que tem as digitais impressas em um monte de processos...

Conversei com o Manoel Ribeiro, que de Natal, no 89º andar, vista para o mar, mandou um recado, bem ao seu estilo, curto e grosso: “O pau vai cantar, e verdades vou contar”.

É, quem fala assim, não é gago – eheheheheh...

Secretários municipais cumpre exercitam a Lei do Silêncio

Tem secretário da Prefeitura Municipal de Mossoró que tem evitado falar das ações de suas pastas.

Um exemplo é o gerente de Saúde do município, conhecido por Benjamim, que em alguns casos, quando procurado para tratar de assuntos da saúde, vai logo informando que tem uma agenda extensa de despachos em seu gabinete.

Com toda certeza, essa não é a posição da prefeita Fafá Rosado, que inclusive, sempre que procurada pela imprensa, atende a todos.

Esses secretários que estão botando banca para atender aos órgãos de imprensa deveriam seguir o exemplo do titular da Cidadania, Francisco Carlos, que sempre que procurado, atende na hora e não fura entrevistas agendadas.

Layrinho defende restrição a quem tem condenção

O vereador Lairinho Rosado (PSB) deu entrada nesta semana no Projeto de Lei 001/2011 que proíbe a nomeação de servidores para cargos comissionados no executivo e legislativo que possuam condenação concedida por órgão colegiado (tribunais de justiça, tribunais de contas, etc...).
De acordo com artigo II do projeto pessoas que tem condenações neste nível do judiciário ficam proibidas de serem contratadas pelo município por um período de oito anos a partir do cumprimento da pena.
A lista inclui vários tipos de crime como os contra a economia popular, a fé pública, a administração pública, patrimônio público, patrimônio privado, o sistema financeiro, o mercado de capitais e os previstos na lei que regula a falência.
Também estão incluídos crimes eleitorais, para os quais a lei comine pena privativa de liberdade assim como os contra o meio ambiente e saúde pública.
Assim como abuso de autoridade, nos casos em que houver condenação à perda do cargo ou à inabilitação para o exercício de função pública, lavagem ou ocultação de bens, direitos e valores entre outros.
Para o vereador é importante que a administração pública tenha em seus quadros pessoas cuja idoneidade seja inquestionável. “Não podemos permitir que pessoas condenadas por falta de zelo com o dinheiro público trabalhem na Prefeitura de Mossoró e na Câmara Municipal”, justificou.

O blogueiro do suspensório também foi processado pela deputada Sandra Rosado

Um internauta pergunta se na entrevista de Carlos Santos ao Observador Político, da TV Mossoró e FN 93, foi tratado do processo da dona das empresas, a deputada federal Sandra Rosado, contra o blogueiro do suspensório.

Uê? Eu é que vou saber?

Neste horário apresento o programa Política em Debate, na Rádio Difusora, por isso não teria como saber.

Só sei que a deputada federal Sandra Rosado processou e ganhou a causa contra o blogueiro do suspensório, por calúnia e difamação.

Tá lá no site da Justiça.

É fato.

Antônio Jácome pode ir para o PSDC

O deputado estadual Antônio Jácome foi recebido por Joanilson de Paula, que é o presidente do Partido Social Democrata Cristã (PSDC).

O encontro ocorrido em Natal, ontem, não teve a pauta divulgada.

Porém, como o encontro ocorreu no mesmo dia em que o deputado anunciou rompimento com o PMN, do vice-governador Robinson Faria, a especulação é de que o tema pode ter sido a filiação da Jácome ao PSDC. 

Chico da Prefeitura diz que situação foi garfada e levou rasteira do G7

O vereador Francisco Dantas da Rocha, Chico da Prefeitura, anunciou ontem, que a bancada governista na Câmara Municipal, irá se reunir para decidir qual a posição que adotará no caso da escolha dos ocupantes das comissões permanentes da Câmara Municipal.

Por considerar que a proporcionalidade partidária não foi cumprida, já que o DEM que tem três vereadores foi preterido em prol do PR, que tem um só representante, Chico da Prefeitura, afirma que poderá se entrar na Justiça.

“Fomos garfados, levamos uma rasteira”, declarou Chico da Prefeitura, por isso está defendo uma ação judicial para colocar ordem na casa.

Blogueiro é preso

Deu no Correio da Bahia...mas se a moda pega por aqui...haja troca dos bastidores pelas manchetes...
Blogueiro é preso

Notícia do Correio da Bahia: 

BLOGUEIRO É PRESO ACUSADO DE EXTORQUIR POLÍTICOS PARA NÃO PUBLICAR DENÚNCIAS
Da Redação

O dono do blog Pura Política, João Andrade Neto, foi preso na terça-feira (15/2) em Salvador, acusado de extorquir empresários e políticos baianos, dos quais cobrava para não publicar supostas denúncias em seu site.
O Ministério Público da Bahia pediu a prisão do blogueiro, que foi acatada pela 9ª Vara Criminal. O empresário foi transferido para o Presídio Salvador onde deverá ficar preso até o julgamento.
De acordo com o processo, João Andrade Neto tentou extorquir Phillip Ribeiro, João Carlos Cavalcanti, Marcos César Medeiros Guimarães, Marival Dias Filho, Marcelo Guimarães Pessoa, Carlos Suarez e Francisco José Bastos. O blogueiro alegava ter informações caluniosas e difamatórias contra os sete e exigia dinheiro para deixar de publicar as acusações.

Andrade já havia sido preso em agosto de 2010, pelo mesmo crime. A extorsão foi confirmada por um vídeo da Superintendência de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em que o blogueiro pedia R$ 30 mil a Phillip Ribeiro para não publicar mais denúncias contra ele. Ribeiro deu uma entrada de R$ 5 mil e ficou devendo o restante.
Segundo a polícia, a extorsão também foi consumada no caso de Marival Dias, que também deu R$ 5 mil de garantia, mas o blogueiro exigia R$ 80 mil.
Nesta quarta-feira (16/2), Andrade anunciou o fim de seu site, alegando sofrer perseguição.

Do Blog - Como não conseguiu o dinheiro que queria, o blogueiro fechou o blog...e botou o mesmo à venda. Pode?

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Chico, para a Prefeitura...


Se for convocado por seu partido, o DEM, o vereador Francisco Dantas da Rocha, disputará a Prefeitura de Mossoró.
Foi o que ele disse, em entrevista ao programa Jornal Difusora, da Rádio Difusora de Mossoró, nesta quinta-feira, 17, às 18h.
Como sempre, ele voltou a alfinetar seus concorrentes.
Sem citar nomes, afirmou que “tem candidatura que está sendo empurrado de goela abaixo da população”.
Nesta sexta-feira, o Blog do Skarlack apresenta entrevista exclusiva com Chico da Prefeitura, em que ele tratar, mais um vez, do veto da governadora Rosalba Ciarlini, ao seu irmão Dão, para a direção da I Ciretran.
De forma dura, Chico da Prefeitura trata Jáder Luís Henrique, nomeado por Rosalba para a I Cietran, como “página amarela” e “sem voto”. Pau Puro.

Chico da Prefeitura estava no Fórum na Operação Sal Grosso

Ta explicado.

O vereador Francisco Dantas da Rocha, Chico da Prefeitura, revelou que não esteve presente na Câmara Municipal de Mossoró, terça-feira, 15, durante a leitura da mensagem da prefeita Fafá Rosado, por se encontrar no Fórum Municipal Desembargador Silveira Martins.

Ele estava acompanhando testemunhas suas que foram depor no chamado Sal Grosso, no qual é acusado de não ter pago um empréstimo na Caixa Econômica Federal.

Chico da Prefeitura disse que a operação Sal Grosso, aponta alguns vereadores que não teriam pago um empréstimo na Caixa Econômica Federal.

"Mas eu paguei a partir de 2005, então estou fora", revelou.

O processo tramite em segredo de justiça.

Presidente da Fiern é condenado

Foi publicada no site do Tribunal de Justiça desta quinta-feira, 17, a condenação, em segunda instância, do presidente eleito da FIERN empresário Amaro Sales.

O obejto da ação discorre sobre peculato e dispensa indevida de licitação, “sobra” indevida de recursos públcios de programa governamental  e apropriação com  desvio de recursos públicos.

Era o “pão vitaminado”, programa social criado no Governo Fernando Freire.

Na primeira instância, Sales foi condenado a sete anos e meio de detenção. Agora, penalidade substituída por penas restritivas de direito.

Isso é que é saia justa, meus caros antenados...

Rádios Comunitárias para o interior do RN

Assu, Carnaubais, Carnaúba dos Dantas - licença para o Povoado Ermo -, Taipu - para comunidade Vila Gameleira - e Apodi para a comunidade de Santa Rosa, poderão instalar suas rádios comunitárias.

È o que o Diário Oficial da União apresenta, hoje, através de comunicado do Ministério das Comunicações.

Os interessados poderão se inscrever para o Serviço de Radiodifusão Comunitária, em 45 dias.

A taxa cobrada é de apenas R$ 20,00.

Sandra Rosado também perseguia o blogueiro do suspensório?

Será que a turma que está se solidarizando com o blogueiro do suspensório, por considerar que o mesmo é vítima de perseguição política, já recebeu a ficha corrida do rapaz?

Outra pergutinha boba, é se quando a deputada federal Sandra Rosado entrou na Justiça contra o mesmo blogueiro, ação pela qual a figura foi condenada, também era por perseguição política?

São coisas que precisam, e serão esclarecidas. Mas, tudo ao seu tempo.

Anote!

Francisco Carlos topa disputar Prefeitura de Mossoró

O secretário municipal da Cidadania, professor Francisco Carlos, reconhece que uma candidatura a prefeito de Mossoró, depende, primeiro do povo e, em segunda instância, da conjuntura partidária.

Por isso, afirma que mesmo se sentindo orgulhoso por seu nome vir aparecendo entre os pré-candidatos a prefeito, irá esperar o que o povo quer e, ao mesmo tempo, se colocar ao dispor de suas lideranças políticas.

Mas antecipa que vai continuar trabalhando para honrar a confiença da prefeita Fafá Rosado.

Porém, se o cavalo passar selado...

Chico da Prefeitura será candidato?

É o que vamos saber do vereador, Francisco Dantas da Rocha, logo mais às 18h, quando o entrevistaremos no programa Jornal Difusora, às 18h, desta quinta-feira, 17. Você pode conferir através do http://www.difusoramossoro.com/.

Fafá Rosado anuncia novo bairro

A prefeita Fafá Rosado anunciou hoje, em entrevista ao programa Política em Debate, da Rádio Difusora de Mossoró, a criação de um novo bairro. Ela justifica que o crescimento da cidade torna necessária a criação do bairro que se localizará nas confluências do Mossoró West Shopping. Com esse objetivo, ela encaminhará mensagem ao Poder Legislativo.

Blog do Skarlack na área

Olá galera, estamos na área a partir de agora, com o nosso blog. Mais informação, mais agilidade e, sempre com a marcada da credibilidade. Ao trabalho, antenados e antenadas!