quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Muito grave...

Essa é a definição usada nos bastidores de um Poder em nível de Mossoró, sobre o quadro vivido por estrela de outra instituição.

De público ninguém fala.

Todavia, nos bastidores o clima é de articulações.

O Velho Apache Antenado nada mais antecipa.

Os tambores estão rufando.

Fernando Bezerra convida Fernando Mineiro para conversa

Fernando Bezerra conversa com Fernando Mineiro
O ex-ministro Fernando Bezerra que é nome da vez no PMDB, para disputar o Governo do Rio Grande do Norte, em 2014, convidou o deputado estadual Fernando Mineiro, do PT, para uma conversa.

A reunião, de acordo com fonte ligada ao PT, ocorreu em Natal, e Bezerra confirmou que teria sido sondado pelo comando do PMDB para disputar o Governo do Estado.

Fernando Bezerra fez uma sondagem sobre um possível apoio do PT ao seu para o Governo do Estado.

Como a fonte não autorizou, não podemos revelar outros detalhes do encontro.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Caern suspende abastecimento em vários bairros de Mossoró

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) irá executar serviços de manutenção para melhoria do sistema de abastecimento de Mossoró.

Dois poços serão paralisados para a instalação de uma peça denominada registro que vai dividir o abastecimento da área geográfica do Boa Vista com o objetivo de melhorar a chegada de água nas residências dos moradores deste bairro.

Em razão disto, a partir da noite desta quarta-feira, (30) haverá suspensão do abastecimento dos bairros Centro, Boa Vista, Alto da Conceição, Belo Horizonte, Dix-Sept Rosado, Aeroporto, Quixabeirinha e Nova Betânia (próximo ao Itep).

O retorno do abastecimento deve ocorrer na noite da quinta-feira (31).

A equipe da Caern está trabalhando na avenida Francisco Mota, nas imediações da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), para suspensão da rede de abastecimento em uma extensão de 200 metros.

Na sexta-feira (1°), esta nova rede instalada será interligada à adutora que passa no local. Este serviço provocará a paralisação do poço 26 a partir das 6 horas da manhã da sexta-feira. Neste serviço, os bairros afetados são Pintos, Alto de São Manoel, Ulrick Graff, Costa e Silva e Parque Universitário e podem sentir redução no abastecimento o Walfredo Gurgel, Inocoop e Ilha de Santa Luzia.

No início da noite da própria sexta-feira (1°) será retomado o abastecimento para estes bairros.

Irmão da ex-governadora Wilma de Faria é absolvido em ação criminal do Foliaduto

Carlos Faria, médico, era secretário-chefe do Gabinete Civil no Governo da irmã quando o Foliaduto foi denunciado pelo MP. Foto: Arquivo JH
Carlos Faria, é inocentado pela Justiça
Por: Ciro Marques

Considerado um dos maiores “escândalos” da administração da ex-governadora Wilma de Faria (PSB), o “Foliaduto” vai tendo seu desfecho na Justiça. Melhor para Carlos Faria, irmão da ex-gestora, que está conseguindo provar a inocência dele em cada decisão. Nesta terça-feira, por exemplo, foi divulgada a sentença do juiz Cleanto Alves Pantaleão Filho, referente à ação penal do caso. E, mais uma vez, Carlos Faria foi inocentado.
Em abril, o irmão de Wilma já havia ficado livre do outro processo proveniente do “Foliaduto”, que tratava da irregularidade “administrativa”, ou seja, da improbidade administrativa constatada no caso. Carlos Faria, como secretário-chefe do Gabinete Civil, foi um dos denunciados pelo Ministério Público do RN, mas foi considerado inocente em decisão do Tribunal de Justiça do RN, já passada a fase de recuso.

“Foram dois processos provenientes desse caso, um na Fazenda Pública, que tratava do ressarcimento aos cofres públicos, e outro penal. Carlos Faria foi absolvido nos dois. Sempre acreditei na postura proba e honesta dele. Agora a Justiça confirma isso com essas decisões”, ressaltou o advogado Erick Pereira, que fez a defesa de Carlos Faria nas duas ações.

Segundo o juiz Cleanto Alves Pantaleão Filho, “em que pese todo o esforço do Ministério Público Estadual, não encontro, nestes autos, elementos probatórios que sejam suficientes para que se possa condenar o acusado Carlos Faria” e, ressalta o magistrado, é preciso provas para se condenar alguém.

“A condenação exige prova plena, não se admitindo que alguém venha a ser considerado culpado sem que esteja efetivamente comprovada a sua responsabilidade. Até porque não cabe ao juiz censurar a conduta moral de quem quer que seja, ou mesmo estabelecer a responsabilidade política dos homens públicos, muito embora, como cidadão, não se possa deixar de lastimar que as gestões no Rio Grande do Norte estejam se sucedendo, numa curva descendente, provocando certa esquizofrenia na população, de tal modo que antecessores ruins são quase divinizados, quando sucedidos por administradores ainda piores ou  igualmente ruins e sem que pessoas realmente comprometidas com o bem-estar da população possam alcançar os cargos públicos, seja porque enojados com tudo o que ai está, seja porque barrados pelas agremiações partidárias que, em sua maioria, somente servem para dar suporte a famílias e grupos fechados”, analisou.

Fonte:  www.jornaldehoje.com.br

Ex-bandido 'Ligeirinho", fundou o CV, pegou 300 anos de cadeia, mas hoje é pregador do Evangelho de Jesus Cristo

Foto: Ele foi fundador do Comando Vermelho, no Rio de Janeiro, do qual foi líder; assassinou 76 pessoas, arquitetou e comandou o resgate do bandido “Escadinha” que foi definido como cinematográfico, foi condenado há 300 anos de cadeira, mas, depois de aceitar a Jesus, ganhou indulto presidencial e hoje viaja pelo Brasil anunciando salvação em Cristo. Apresentamos o bandido “Ligeirinho”, hoje pastor Salles e seu testemunho na terceira edição do jornal impreso, mensal, Só Cristo Salva. Aguarde.
Pastor Salles, estará no jornal Só Cristo Salva - Foto:  Karla Viegas 
Ele foi fundador do Comando Vermelho, no Rio de Janeiro, do qual foi líder; assassinou 76 pessoas, arquitetou e comandou o resgate do bandido “Escadinha”, que foi definido como cinematográfico; foi condenado há 300 anos de cadeia, mas, depois de aceitar a Jesus, ganhou indulto presidencial e hoje viaja pelo Brasil anunciando salvação em Cristo. 

Apresentamos o ex-bandido “Ligeirinho”, hoje pastor Salles e seu testemunho na terceira edição do jornal impresso, mensal, Só Cristo Salva. Aguarde. 



Prefeito de Natal enfrenta grevistas em via pública

20131030-114246.jpg

20131030-114715.jpg
Adicionar legenda
Por Dinarte Assunção e Júlio Rocha

O chefe do Gabinete Civil, Sávio Hackadt, contatou a reportagem do portalnoar.com para esclarecer o episódio ocorrido na manhã desta quarta-feira (30) entre o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) e servidores municipais em greve, em frente ao Palácio Felipe Camarão.

Nas fotos publicadas no Twitter, o prefeito aparece com o dedo em riste para os servidores. Sávio pontuou: “Estávamos saindo da prefeitura quando aconteceu”, iniciou, sendo questionado na sequência pela reportagem: “Não faltou cautela ao prefeito?”.

“Cautela de quê? Eles foram para cima do carro. Impediram o prefeito de sair. Gritavam: ‘a culpa é sua’. Culpa de quê? Culpa de 10 meses?. Na hora, Carlos Eduardo afirmou que precisava sair. O prefeito tem agenda em Brasília, estava se preparando para ir embarcar. Esse tipo de coisa tem que parar”, explicou Sávio.

O chefe do Gabinete Civil detalhou ainda que, quando se viu impedido de deixar a prefeitura, Carlos Eduardo desceu do carro. “Como as pessoas podem cercar o prefeito desse jeito? Democracia não pode ser desse jeito. Ele nunca deixou de receber ninguém. Impedir o prefeito de sair? Isso é um absurdo”, destacou Sávio, que acrescentou: “Existe uma mesa de negociação para discutir o assunto”.

Em Brasília, o prefeito cumpre no início desta quinta-feira agendas no Ministério das Forças Armadas, onde inicia tratativas para criar um projeto para área da Via Costeira às margens da Roberto Freire, e no Ministério da Previdência Social.

Pelo lado dos servidores municipais em greve, o assessor de comunicação do Sindsaúde, Gustavo Sixel, afirmou que os grevistas encontraram o prefeito quando a caminhada se aproximava do Palácio Felipe Camarão. Quando Carlos Eduardo estava entrando no carro foi cercado pelos manifestantes que ainda seguiram o veículo até o cruzamento das avenidas Ulisses Caldas e Rio Branco.

Houve discussão para que o prefeito permanecesse para negociar com os grevistas, mas ele saiu no veículo. O ato dos servidores municipais em greve que reúne um grupo de cerca de 700 manifestantes continua em frente à Prefeitura.

Além de servidores da saúde, o Ato conta com servidores da Guarda Municipal, Semob, e órgãos da administração indireta.

Fonte:  www.portalnoar.com



Sistema Fecomércio trabalha para consolidar parceria no RN com a Alemanha


Intercâmbios nas áreas culturais e de qualificação profissional, além da divulgação mútua das respectivas potencialidades turísticas, estão na lista de ações em gestação

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte vem se empenhando para fomentar o desenvolvimento dos setores do Comércio, Serviços e Turismo do estado. Um dos setores com mais deficiência hoje em dia, é o do Turismo, que há meses vem enfrentando dificuldades. Com um turismo forte, circula mais dinheiro na cidade, o que fortalece o comércio durante todo o ano.

E uma das ações empreendidas, é a parceria entre o Rio Grande do Norte e o estado da Renânia Palatinado, na Alemanha, que vem sendo construída desde no primeiro semestre, quando foi realizada uma missão empresarial, com o apoio do Consulado da Alemanha no RN. Na oportunidade, cerca de 30 empresários, cumpriram uma programação entre as cidades de Munique, Frankfurt e o estado da Renânia Palatinado, para apresentar as potencialidades do RN.

O presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Fernandes de Queiroz, explica que a missão já está rendendo frutos. Depois da missão, ele esteve novamente na Alemanha (em setembro), para onde viajou acompanhado do diretor regional do Senac, Helder Vieira Cavalcanti. A visita teve como objetivo fechar parcerias na área de qualificação profissional, para melhoria dos processos de aprendizagem e otimização as metodologias de ensino, como também para viabilizar ações que proporcionem o desenvolvimento do comércio e turismo. Confira agora entrevista com o presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz, sobre as missões empresariais e as parcerias entre o Rio Grande do Norte e a Alemanha:

Quando começou a parceria entre o Sistema Fecomércio e a Alemanha?
Marcelo Queiroz - Tudo começou em meados de junho, quando realizamos uma missão empresarial ao país. Tivemos o apoio do cônsul da Alemanha no Rio Grande do Norte, Axel Geppert, para realizarmos alguns contatos voltados a possíveis parcerias que, inicialmente, apontavam para a área de qualificação e capacitação de mão de obra. E na minha última ida à Alemanha, agora no mês de setembro, quando estive acompanhado do diretor Regional do Senac RN, Helder Vieira, começamos a consolidar de forma mais este contatos, esta parceria.

O que foi tratado durante esta última viagem? Já poderia apresentar algum resultado?
MQ - Começamos a operacionalizar de forma mais concreta ações e propostas a serem desenvolvidas no Rio Grande do Norte, com foco na melhoria dos processos de ensino e aprendizagem relacionados à qualificação profissional; na otimização da metodologia de gestão estratégica relacionada à educação; e no desenvolvimento e fomento do comércio, dos serviços e do turismo do nosso estado.

Na área do turismo, o senhor poderia citar alguma parceria ou projeto especificamente?
MQ - Uma primeira ação é a realização da temporada potiguar do Ano da Alemanha no Brasil. Os primeiros eventos foram realizados entre os dias 18 e 21 de outubro com a Oktoberfest 2013 e a apresentação da Orquestra Sinfônica da UFRN e a da orquestra alemã KammerOrchester da HochSchule fur Musik de Karlsruhe, no Teatro Riachuelo. O concerto, que reuniu quase 100 músicos, está inserido dentro do Projeto Parcerias Sinfônicas Sesc. Foi a primeira vez que o RN recebeu uma orquestra da Alemanha. As ações da Semana Alemã terão continuidade no final de novembro. Os detalhes ainda serão definidos, mas já podemos adiantar que vamos oferecer oficinas de culinária alemã, a serem ministradas na Carreta-escola de Gastronomia do Senac, em parceria com o Centro Gastronômico de Koblenz. Tudo isso vai possibilitar o intercâmbio cultural e beneficiar os segmentos do comércio, serviços e turismo do nosso estado.

Que frutos se espera colher com ações como esta?
MQ - Quando realizamos eventos deste porte na cidade, atraímos mais turistas, o que beneficia os segmentos do comércio e serviços, com a circulação de mais pessoas e dinheiro pela cidade.

Mas a programação para por ai?
MQ - Não. Em março do ano que vem acontece em a Feira de Turismo ITB, em Berlim. Já acertamos a nossa participação, com um espaço onde divulgaremos nossas potencialidades turísticas. Diante disso, estamos organizando a ida de um grupo de jornalistas especializados em turismo daqui do estado, para conhecer a Feira e ficar mais uma semana. Nesse período, o grupo vai conhecer os pontos turísticos da Renânia-Palatinado, para depois divulgar aqui. E aí queremos criar uma via de mão dupla, com a vinda de jornalistas de lá para cá também. E mais: demos início ainda às tratativas para trazer para o RN um voo direto de Frankfurt.

E isso sem dúvida seria muito bom para o RN...
MQ – É muito importante esta parceria entre o RN e a Alemanha. Com a divulgação das potencialidades turísticas de ambos os lados, a consequência é aumento no número de turistas circulando, o que aumenta as chances de que o voo direto seja viabilizado. Isto sem dúvida teria impacto muito positivo para o turismo do nosso estado, que vem atravessando um momento delicado

Pastor Fabiano Maia prepara festa para o dia 7 de novembro


O pastor Fabiano Maia, presidente da Assembleia de Deus Madureira - Campo Mossoró, prepara festa de sétimo aniversário de seu trabalho na igreja.

Para falar do que já foi realizado e das ações que está sendo planejadas, além do convidados que estarão em Mossoró, ele é o entrevistado da terceira edição do jornal mensal Só Cristo Salva, que começa a circular no dia 2 de novembro. Aguarde.

Governo do Estado e Banco Mundial lançam RN Sustentável


“Nós mostramos ao Banco Mundial que temos diversas potencialidades e é por isso que esse Programa está sendo concretizado hoje. Vamos dar as boas vindas ao novo momento do Rio Grande do Norte”. Com essas palavras, a governadora Rosalba Ciarlini agradeceu e anunciou os investimentos que acontecerão no Estado a partir de agora com o lançamento do Programa RN Sustentável.

A solenidade aconteceu na manhã desta terça (29), na Escola de GoveRNo Dom Eugênio Salles, no Centro Administrativo. Aproximadamente 1.200 pessoas acompanharam as explicações feitas pelo secretário de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues, e pela coordenadora do Programa, Ana Guedes.

Segundo a chefe do Executivo Estadual, o progresso e a qualidade de vida do povo potiguar serão diretamente beneficiados com esse programa. “Não estamos mais lutando por aprovações ou tentando conseguir assinaturas; já está tudo documentado, temos a efetivação e podemos receber os recursos”.

Foram dois anos pleiteando a liberação da verba junto ao Banco Mundial, e, após a assinatura do contrato de financiamento, realizada no dia 04 de outubro, em Brasília, o Governo do Estado recebeu da presidente do Banco Mundial para o Brasil, Deborah Wetzel, um termo para licitações de projetos de infraestrutura, desenvolvimento de cadeias produtivas, saúde, segurança e educação. O documento certifica a liberação dos recursos previstos para o Programa.

Na cerimônia, a governadora assinou dois outros importantes documentos: um termo de cooperação técnica com o Tribunal de Contas do Estado e o outro, assinado junto com seus secretários, trata-se de um acordo de pactuação entre as secretarias que possuem participação direta na execução das ações do Programa.


Rosalba confirma que seu governo atrasará o pagamento de salários de servidores

O governadora Rosalba Ciarlini confirmou na tarde desta terça-feira, (29), o que já havia anunciado: vai pagar os salários dos servidores com atraso.

O pagamento de parte dos salários dos servidores públicos estaduais referente ao mês de outubro será feito nos dias 30 e 31 deste mês.

A prioridade no pagamento será para os servidores lotados nas secretarias de Saúde, Educação e Segurança, além dos que trabalham nos órgãos com arrecadação própria como Detran e Idema.

Segundo Rosalba o restante dos funcionários públicos deverá receber no dia 8 de novembro.

São servidores que recebem mais de R$ 3 mil, ou seja, membros do primeiro escalão da administração estadual.

O Governo do Estado, no entanto, não deu mais detalhes sobre o pagamento dos meses de novembro, dezembro e o 13° salário, mas Rosalba Ciarlini garantiu que o “décimo” será pago ainda em 2013.

Vale lembrar que nesta segunda-feira (28), diante da notícia de novo atraso salário, o Sindicato dos Servidores da Administração Indireta (Sinai) afirmou que pretende entrar na Justiça contra o Estado para cobrar a correção salária. Isso é, se o pagamento for feito depois do 5° dia útil do mês subsequente.

Assembleia Legislativa divulga relação de aprovados em seu concurso público


O Diário Oficial do Estado desta terça-feira (29), traz a relação dos candidatos aprovados no concurso da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Os recursos referentes aos resultados das provas deverão ser interpostos no prazo de dois dias úteis subsequentes à publicação do resultado, exclusivamente por meio do site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), de acordo com as instruções constantes na página do Concurso Público.

A vista da Folha de Repostas da Prova Objetiva e da Prova Discursiva – Redação e Estudo de Caso – estarão disponíveis no site da FCC a partir da publicação do resultado até o término do prazo para interposição dos recursos.

Clique 
AQUIe veja a RELAÇÃO DOS APROVADOS no concurso da ALRN.


MEC divulga gabarito oficial das provas objetivas do Enem 2013

O Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram no começo da noite dessa terça-feira (29) o gabarito oficial das provas objetivas do Enem 2013, realizado no último fim de semana (26 e 27 de outubro). O gabarito pode ser conferido na página oficial do Inep.

A divulgação dos resultados individuais está prevista para a primeira semana de janeiro, em data a ser divulgada. Os participantes poderão acessar os resultados individuais da edição do Enem 2013 mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha.

A redação será avaliada por dois corretores diferentes. Caso haja uma discrepância superior a 100 pontos na nota do candidato, o texto passará por uma terceira avaliação. Se a diferença permanecer, o texto será submetido a uma banca de especialistas. Redações com discrepâncias maiores que 80 pontos entre as competências avaliadas também serão analisadas por um terceiro corretor.

Clique aqui para conferir o gabarito oficial do Enem 2013



Assembleia aprova em primeiro turno lei que acaba com marca de governo


Os deputados aprovaram por unanimidade, em primeiro turno,  as propostas de emenda 001 e 002, que proíbem o uso de marcas e slogans publicitários pelo Governo do Estado e a afixação de quadros com fotos de governantes. De acordo com a proposta 001/2013, o Poder Executivo somente poderá utilizar nas peças de propaganda como marca de governo o brasão do Estado e como slogan, a frase: "Governo do Estado do Rio Grande do Norte".

As duas propostas são de iniciativa do deputado Kelps Lima (Partido da Solidariedade). A PEC 001 também proíbe a colocação da imagem de chefe de poder ou dirigente de órgão da administração direta e indireta em repartições públicas.

Durante a discussão do projeto, o deputado Fábio Dantas (PC do B) disse que, apesar de simples, a medida era muito importante para conter gastos com publicidade. Segundo o projeto, as imagens podem ser fixadas somente na galeria de ex-gestores.

A PEC 002 altera o artigo 26, da Constituição Estadual, nos moldes do artigo 17 da Constituição Federal. A constituição do RN passa a ter em sua redação o princípio da eficiência, acrescentado aos já expressos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade e publicidade. As duas PECs voltam ao plenário na próxima quarta feira, dia 6 de novembro, para a discussão e votação em sgundo turno. Uma Proposta de Emenda Constitucional para ser aprovada precisa ter  três quintos dos votos dos deputados nas duas votações.

Fonte: Site da AL

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Sindicatos entregam pedido de impeachment de Rosalba à ALRN e ameaçam processar Governo

Por: Ciro Marques
Sinai e Sindsaúde vão apresentar aos deputados o pedido de impeachment da governadora na quinta-feira. Foto: Divulgação
Sinai e Sindsaúde vão apresentar aos deputados o pedido de impeachment da governadora na quinta-feira. Foto: Divulgação
O Dia do Servidor Público foi lamentado nesta segunda-feira. Isso mesmo, lamentado, porque segundo os Sindicatos dos Servidores da Administração Indireta (Sinai) e dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde), a quantidade de fatos a se lamentar devido à atual gestão estadual são maiores do que os motivos de comemoração. Tanto é assim que o Sindsaúde deve apresentar um pedido de impeachment da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) à Assembleia Legislativa na próxima quinta-feira.

O pedido será baseado no “não cumprimento de responsabilidades do Governo, como na Saúde e Educação”, conforme ressaltou a coordenadora-geral do Sindsaúde, Simone Dutra. “Vamos apresentar uma denúncia por improbidade administrativa. O Governo não está fazendo o seu papel e não podemos mais esperar até que essa gestão termine para mudar o comando. Precisamos de uma mudança agora. Precisamos que a sociedade se mova nesse sentido, porque não somos obrigados a esperar quatro anos por uma má escolha na eleição”, ressaltou Dutra.

Segundo a sindicalista, esse descumprimento de responsabilidades estaduais pode ser traduzido na morte de pacientes na rede pública de saúde e no anúncio de atraso no pagamento dos servidores – segundo o Governo, uma reprogramação salarial.

Com relação ao atraso no pagamento de servidores, por sinal, tanto o Sindsaúde, quanto o Sinai já estudam entrar com ações na Justiça contra o Governo do Estado caso o pagamento seja feito após o que determinam a Legislação Trabalhistas, que é a folha quitada até o quinto dia útil do mês seguinte. “Essa questão de reprogramação foi mais um assunto que temos a lamentar e que está dentro dessa situação de desmantelamento do funcionalismo público estadual. Até porque não há qualquer fato, qualquer indício que justifique esse atraso, uma vez que o estado tem uma arrecadação maior do que a do ano passado e em 2012, nós não sofremos com esse problema no ano passado”, ressaltou o presidente do Sinai, Santino Arruda.

Além disso, segundo o dirigente sindical, a justificativa do Governo do Estado, de que a folha de servidores tem sido responsável por parte das dificuldades financeiras do Estado, também não se “encaixa” com a realidade. “Nós temos boa parte dos salários congelados há alguns anos. Os servidores da administração indireta do Estado, por exemplo, não tiveram aumento salarial e agora vão ter que sofrer com essa reprogramação. Por isso, caso o pagamento dos salários ou do décimo terceiro não seja feito dentro do período legal, vamos sim recorrer a Justiça”, ameaçou Arruda.

Vale lembrar que, segundo o Governo do Estado, o pagamento dos salários de 95% dos servidores públicos deverá ser feito até o dia 31 deste mês. O restante dos funcionários públicos deverá receber até o dia 8 de novembro, ou seja, antes do quinto dia útil do mês subsequente. Contudo, essa “reprogramação de pagamentos” deve continuar até o final do ano. E também segundo o Governo, não há garantia nem mesmo do 13° salário pago dentro do tempo.

“Sinceramente, não acreditamos que o Governo tenha a cara de pau a ponto de ferir a lei trabalhista nesse sentido. Contudo, estamos preparados para buscar a correção judicial disso, até porque não esperávamos essa reprogramação financeira. Não aconteceu nada nesse ano que tenha se diferenciado dos últimos 20 anos (quando o Estado passou por crises, mas não mudou a data de pagamento do funcionalismo)”, ressaltou.

De qualquer forma, mesmo se não ferir a legislação, a reprogramação financeira já representa um problema para o Estado, uma vez que atrasa a entrada de dinheiro no comércio. “O dinheiro do salário não vai para a poupança. Vai para o comércio, movimenta a economia. Muitos já esperam o final do mês para atender os funcionários públicos. Com o atraso no pagamento, vai diminuir a oferta de produtos, as vendas e até a arrecadação do próprio Estado. É de uma miopia muito grande por parte do Governo essa reprogramação”, analisou.

Fonte:  Jornal de Hoje

Artigo: Obery, o cara

Por Woden Madruga
A Tribuna do Norte de domingo, 27, publicou uma longa, longuíssima entrevista com o secretário de planejamento do Estado, Obery Rodrigues. Está em quatro páginas da edição, incluindo a capa. Nem o presidente Roosevelt quando esteve em Natal para o encontro con Getúlio Vargas, voltando de Casablanca, no Marrocos, onde se reuniu com Churchill, mereceu tanto destaque.
Nas páginas de A República, o principal jornal da cidade, não. Detalhe: Obery ocupa 73,5% (usando o mesmo sistema de medição das obras da Arena das Dunas) do espaço da capa da velha e brava TN.
O que tanto disse o secretário de planejamento da governadora Rosalba Ciarlini? Nada de novo nem de especial. O mesmo script mossoroense de acusações ao governo anterior que seria o responsável pelos descalabros financeiros do atual e agravados pelos gastos excessivos dos dois Poderes. Na cabeça de Obery, o Estado tem apenas dois poderes: o Legislativo e o Judiciário.
O Executivo, do qual ele faz parte, derna de muito tempo, não aparece no quadro sinistro que se descortina do Centro Administrativo.  O chicote do secretário estala mais forte no lombo do Judiciário, acrescido do Ministério Público. Logo na chamada de capa, está o secretário acusando: “Os Poderes (Tribunal de Justiça e Ministério Público) contribuem decisivamente com a crise do Estado”.
Ainda na capa (quase toda a primeira página da TN, incluindo a foto do secretário tapando com uma das mãos o olho direito, e o esquerdo olhando firme na direção de Tibau), tem um desafio de Obery ao Ministério Público: “Esperamos que o MPE venha a público e diga onde é que tem dinheiro escondido”. A longa entrevista (imagino o sacrifício da repórter Maria da Guia Dantas) é tão extensa quanto é a BR -304 (incluindo a Reta Tabajara) que liga Parnamirim a Mossoró.
Na altura do Pico do Cabugi, após passar por Angicos, o secretário afirma meio professoral: “Há grandes fatores que impactaram na despesa com pessoal. Um deles foi o aumento dado ao magistério, que decorreu de uma decisão do Supremo com relação à legalidade do piso”.
E antes de chegar em Mossoró, ainda pelos arredores daqueles assentamentos rurais que nada produzem, Obery Rodrigues, de rebenque levantado na direção da garupa larga dos dois poderes, volta a atacar: “A despesa com os Poderes está chegando a 20%. Está competindo com a Educação. A despesa com os poderes tem sido maior que a da Saúde onde estamos aplicando 18%. Isso tem que ser explicado à população do Rio Grande do Norte.”
Diante desse quadro, o mestre Gaspar poderia arriscar a pergunta: dos cinco, Legislativo, Judiciário, Saúde, Educação e Planejamento, qual menos funciona no Rio Grande do Norte?

Fonte:  Tribuna do Norte


Gabarito oficial do Enem será divulgado nesta quarta

O gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio será divulgado nesta quarta-feira (30). Os candidatos poderão conferir as questões na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), no endereço: portal.inep.gov.br

O resultado final do exame está previsto para sair no início de janeiro de 2014.

Concurso do INSS é anulado oficialmente

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anulou o concurso para Analista do Seguro Social para as áreas de tecnologia da informação, fisioterapia, engenharia civil e administração. Foram verificadas inconsistências técnicas na aplicação das provas realizadas em 13 de outubro. A informação está publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Fonte: Radio Agência Nacional

INSS/RN paga R$ 361,5 milhões em benefícios até o próximo dia 7 de novembro

A Previdência Social injetará na economia do Rio Grande do Norte, até o próximo dia 7 de novembro, R$ 361,5 milhões relativo ao pagamento de 522.509 aposentados e pensionistas do Estado. Destes, 262.286 são benefícios rurais equivalendo a R$ 152,5 milhões; os outros 260.223 são urbanos e correspondem a R$ 209 milhões.

Na Gerência Executiva do INSS/Mossoró, que abrange 89 municípios, estão sendo pagos R$ 141,5 milhões a 215.786 beneficiários. O pagamento dos benefícios do INSS é feito de acordo com o número final do benefício, sempre entre os últimos cinco dias úteis e os primeiros cinco dias úteis de cada mês.

Fonte: Assessoria

Assaltantes metralham viaturas e explodem Banco do Brasil em Guamaré


Um grupo de assaltantes fortemente armado explodiu na madrugada de terça feira, 29, a agência do Banco do Brasil localizado na cidade de Guamaré/RN.

Aproximadamente vinte homens invadiram a cidade metralharam as viaturas da policia militar e da guarda civil municipal da cidade e explodiram a agência.

Segundo informações foram ouvidos três explosões o Banco ficou totalmente destruído, ainda não se sabe a quantia levada pela quadrilha.

Fonte: Guamaré em Dia

Supresa: Izabel Montenegro será presidente do Baraúnas

A presidente do Baraúnas não será Josirene Ribeiro como vinha sendo cogitado.

Quem assumirá o cargo será a secretária de Desenvolvimento Econômico e Ambiental de Mossoró, Izabel Montenegro.

Ela terá pouco tempo para montar o time para o Campeonato Estadual de 2014.

A eleição que irá homologar o nome de Izabel Montenegro como presidente do Baraúnas está marcada para domingo (3), na Toca do Leão.

Gafe oficial...


Diante dos arquivos expostos, abaixo, está mais do que evidenciado que ao tentar assumir a paternidade do Complexo Viário, a governadora Rosalba Ciarlini, foi no mínimo infeliz.

E, em nome da verdade dos fatos, bem que o Governo do Estado poderia se desculpar para com Fafá, Wilma e Dilma.

Todavia, este é um gesto pelo qual ninguém deve esperar.

Principalmente, quem conhece o estilo Rosalba de fazer política.
Rosalba esquece quem projetou (Fafá), iniciou (Wilma) e pagou (Dilma) obra do Complexo Viário da Abolição 


Arquivo - III

Leia matéria publica no site do jornal O Mossoroense, do dia 8 de agosto de 2013, sobre a agenda da então ministra da Casa Civil, do Governo Federal, Dilma Rousseff - hoje presidente da República quando ao lado da então prefeita de Mossoró, Fafá Rosado e da então governadora do Estado, Wilma de Faria, ela anunciou a construção do Complexo Viário da Abolição. Note no trecho em que registra as autoridades presentes, o jornalista Bruno Barreto, nem ao menos cita o nome da hoje governadora Rosalba Ciarlini, que ao que parece não participou do ato público. Aos fatos:

Bruno Barreto
Editor de Política

A maioria das principais lideranças políticas do Rio Grande do Norte esteve presente na solenidade de lançamento das obras de construção do Complexo Viário da Abolição e da adutora Mossoró/Apodi.

Os dois projetos foram apresentados por secretários do Governo do Estado. Primeiro, foi o titular da Infraestrutura, Dâmocles Trinta, que falou dos investimentos na ordem de R$ 60 milhões para a construção do complexo viário, beneficiando os moradores dos conjuntos Abolição e Santa Delmira, ao longo das margens da BR-304. Além da construção de cinco viadutos, um trecho de 17km será duplicado e o alargamento de umas das pontes que passam sobre o rio Mossoró.

A apresentação da obra da adutora ficou a cargo do secretário estadual de Recursos Hídricos e Meio Ambiente e vice-governador, Iberê Ferreira de Souza (PSB). A obra beneficiará Mossoró, Governador Dix-sept Rosado, Apodi e Felipe Guerra. Serão 92 metros cúbicos e 600 milímetros de diâmetro em seus canos por onde passarão, segundo dados oficiais, 4,44 metros cúbicos/hora de água, que sairá da barragem de Santa Cruz. "Mossoró é a locomotiva do desenvolvimento do Rio Grande do Norte, com suas riquezas naturais e universidades, mas tem um abastecimento de água altamente precário. Essa obra resolverá esse problema", disse. A obra custará R$ 230 milhões aos cofres públicos.

O vice-governador lembrou que assumirá o Governo do Estado no próximo ano, quando a governadora Wilma de Faria (PSB) se desincompatibilizar do cargo, e garantiu que concluirá a obra. "A ministra e a governadora sempre foram muito zelosas com obras como essas. Ano que vem devo assumir o governo, e vocês duas devem estar se desincompatibilizando para disputar as eleições. Quero assumir o compromisso de manter o mesmo zelo com essas obras e desejo que a padroeira de Mossoró, Santa Luzia, ilumine os seus projetos", discursou.

Em seguida falou o ministro das Cidades, Márcio Fortes. Ele destacou as cobranças de Iberê e Wilma para que as duas obras saíssem do papel e que, ao receber a informação do presidente Lula de que seria lançado o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o país ia mudar. "O presidente me falou que sofreu com falta de habitação, de saneamento e transporte e que não queria que os brasileiros passassem mais por isso. O PAC é um realizador de sonhos que não só melhora a vida das pessoas como gera empregos", relatou.

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, disse que, se o governante do Brasil fosse outro, o complexo viário não sairia do papel pelo fato de a prefeita Fafá Rosado (DEM) ser de um partido adversário. "Lula não olha para partido e isso tem beneficiado a todos neste país. Por isso que sempre digo que não podemos voltar ao passado", declarou.

Na sequência, quem falou foi a governadora. Ela teceu elogios ao presidente Lula e destacou a importância das duas obras. "Até nossos adversários sabem que o presidente Lula foi o maior que o Brasil já teve. Vejo os adversários dele em Mossoró dizendo que ele não trás nada para Mossoró. São mais de R$ 70 milhões em investimentos do PAC e do Governo do Estado. Temos hoje a avenida Rio Branco, que é um exemplo de que não podemos radicalizar em nada. A prefeita estava em dificuldades para fazer a obra, e o governo concedeu 70% dos recursos, e agora temos o Complexo da Abolição. Contamos com o apoio do ministro Alfredo Nascimento, que foi sensível ao Rio Grande do Norte. Também tivemos o apoio da ministra Dilma para incluir esta obra no PAC", lembrou.

A governadora também afirmou que está trabalhando para obter recursos para investir na recuperação da tubulação dos canos que abastecem a cidade. "É uma obra que não tem visibilidade, mas que beneficia a todos", completou.

A ministra Dilma Rousseff encerrou a rodada de discursos elogiando a governadora Wilma de Faria. "Quem dera termos em cada unidade federativa uma administradora como Wilma, que está sempre em busca de recursos para viabilizar obras de infraestrutura", frisou.

Ela disse que as obras do PAC só são possíveis por causa do pagamento da dívida do Governo Federal com o Fundo Monetário Internacional (FMI). "O governo está trabalhando para melhorar a vida das pessoas, sem olhar para partidos. Estamos agindo de maneira republicana com os prefeitos, seja de onde eles forem", concluiu.

Presidentes

Ainda estiveram presentes no palanque a deputada federal Sandra Rosado (PSB), o senador Garibaldi Filho (PMDB), o presidente da Assembleia Legislativa, Robinson Faria (PMN), o deputado federal João Maia (PR), a deputada estadual Larissa Rosado (PSB), o deputado federal Henrique Alves (PMDB), a prefeita Fafá Rosado, a deputada federal Fátima Bezerra (PT), o presidente da Câmara Municipal, Claudionor dos Santos (PDT), e o deputado federal Betinho Rosado. Abaixo, nas cadeiras, estavam os vereadores Genivan Vale (PR), Francisco José Júnior (PMN) e Lairinho Rosado (PSB), além do deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM).

Dilma Rousseff desmente declarações de Lina Vieira e evita falar sobre interesses políticos em acusação

Já na entrevista coletiva, a ministra Dilma Rousseff desmentiu as informações dadas pela ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira de que ela teria pedido a então comandante do fisco nacional que apressasse as investigações sobre o presidente do Congresso Nacional, José Sarney. "Não sou responsável nem pela indicação, nem pela saída de Lina Vieira. Minha relação com ela foi burocrática", acrescentou.

Ela também evitou afirmar que a postura de Lina Vieira tenha motivações políticas. "Não vou fazer nenhuma avaliação sobre questões subjetivas", completou.

União

Questionada se uma de suas missões na visita a Mossoró seria o trabalho para unificar a base do presidente Lula no Estado, a ministra tratou o questionamento com ironia: "Só se o presidente fosse muito burro para querer a base esfacelada seja em que lugar for. Vim cumprir uma agenda administrativa, mas se puder colaborar nos entendimentos o farei", disse.

Complexo viário pode se chamar Aluízio Alves

Coube à prefeita Fafá Rosado (DEM) iniciar a rodada de discursos. A chefe do Executivo municipal sugeriu que o nome do complexo viário fosse "Ministro Aluízio Alves".

A prefeita aproveitou a data de ontem que marcaria o aniversário de 88 anos do político que foi governador, deputado federal e ministro de estado em duas ocasiões. "Foi uma pessoa que honrou o nosso Rio Grande do Norte e merece esse reconhecimento", justificou.

A prefeita agradeceu ao trabalho de toda a bancada federal do Rio Grande do Norte e ao ministro Alfredo Nascimento. "Esse é um sonho antigo de Mossoró. O que temo hoje é o que chamávamos de rótula que servia para sair da cidade, mas que agora já está dentro de Mossoró. Não podíamos deixar de fazer uma obra dessas, porque sei que as pessoas que perderam filhos em acidentes nessas áreas estão felizes. A bancada federal pegou a mão de Fafá nessa luta que também foi encampada pelo ministro Alfredo Nascimento", concluiu.

Copyright,© 2000-2006 - Editora de Jorn

Arquivo - II

Leia matéria do site do jornal O Mossoroense, datado do dia 29 de julho de 2009, sobre o Complexo Viário da Abolição: atente que em nenhum momento o nome da hoje governadora Rosalba, nem ao menos é citado:

MATÉRIA
Wilma assina ordem para Complexo Viário e anuncia visita de Dilma Rousseff

 Num dia de muitos compromissos em Mossoró, a governadora Wilma de Faria realizou diversas ações, voltadas para segmentos diferentes da sociedade. Durante toda a manhã de ontem, permaneceu na sede do 2° Batalhão de Polícia, onde entregou materiais novos à Polícia Militar e assinou a ordem de serviço para a construção do Complexo Viário da Abolição - principal motivo da vinda à cidade. À tarde, visitou o Ginásio de Esportes da Uern e foi ao Teatro Lauro Monte Filho, para a abertura do “Pró-Jovem” e o lançamento do Liquida Mossoró e do Liquida Interior 2009.  

O Complexo Viário da Abolição será a maior realização do seu governo em Mossoró e tem valor avaliado em R$ 60 milhões - que será dividido entre verba estadual e federal. A obra será desenvolvida em um trecho de 17km da BR-304, ligando o conjunto Santa Delmira à rota de saída para a cidade de Apodi.

"Mossoró cresceu e o que antes era o contorno está dentro da cidade. Agora todas as regiões de Mossoró serão beneficiadas. Vamos ter viadutos que passam por cima da estrada, beneficiando o trânsito de bairros populosos de Mossoró. Será o maior investimento já realizado nesta cidade", afirmou a governadora.

Após assinar a ordem de serviço para a construção do complexo, a governadora concedeu entrevista e disse que não teme a repetição dos fatos transcorridos durante a obra de urbanização da avenida Rio Branco, entregue há pouco mais de um ano. Quando, na época de sua inauguração, a administração municipal, em propaganda institucional, divulgou que a obra era da Prefeitura de Mossoró, sem citar a participação do Governo do Estado - que financiou 70% da obra.

Fonte:  http://www2.uol.com.br/omossoroense/290709/conteudo/cotidiano.htm



Arquivo

O complexo viário não tem partido; é uma obra do povo de Mossoró

Publicado por Prefeitura Municipal de Mossoró (extraído pelo JusBrasil) - 3 anos atrás
Dilma entre Fafá e Wilma
A prefeita Fafá Rosado participou nesta terça-feira (11/08) de um ato histórico para Mossoró: o anúncio oficial do início das obras do Complexo Viário da Abolição, feito pela ministra da Casa Civil, Dilma Housseff. O projeto elaborado pela Prefeitura Municipal será executado pelo Governo do Estado com recursos provenientes do Programa de Aceleracao do Crescimento (PAC).

A solenidade foi realizada em dispositivo armado próximo ao cruzamento da Rua João da Escóssia com a BR-304, área beneficiada pelo complexo viário. Diante da ministra Dilma Housseff, da governadora Wilma de Faria, dos ministros das Cidades, Márcio Fortes, e dos Transportes, Alfredo Nascimento, a prefeita Fafá Rosado falou a luta política em torno da viabilização da obra.

No seu discurso, Fafá Rosado lembrou que, no começo da sua primeira administração, fez questão de procurar a governadora Wilma de Faria para apresentar o projeto do complexo viário, durante audiência realizada em Natal. O próximo passo para viabilizar a obra, já com o apoio da governadora, foi dado na esfera federal, mobilizando senadores e deputados para viabilização do projeto.

“Eu quero dizer que o projeto do complexo viário não tem partido, é uma obra do povo de Mossoró”, disse Fafá Rosado, ressaltando que, quando se consegue mobilizar uma bancada federal em torno de um objetivo, o sonho vira realidade. “E aí está o Complexo Viário da Abolição, um sonho muito antigo, sendo realizado”, completou a prefeita, explicando os benefícios do projeto.

O complexo viário, segundo Fafá Rosado, ordenará o tráfego de veículos e o acesso a diversas áreas residenciais da cidade. No seu pronunciamento, a prefeita citou alguns números para justificar a importância da obra. Disse que, à margem direita da BR-304, entre o conjunto Redenção e a saída para Natal, já existem diversos bairros, ocupados por cerca de 30% da população da cidade.

A obra também ordenará o acesso para áreas urbanas em expansão, como o prolongamento da Rua João da Escóssia, área onde estão localizados o Mossoró West Shopping, Campus da UnP, Atacadão e o condomínio Alpha Ville, empreendimentos importantes para a economia cidade, e que também serão diretamente beneficiados pela construção do Complexo Viário da Abolição.

Gratidão - Na sua fala, a prefeita Fafá Rosado fez questão de reconhecer o empenho da governadora, do presidente Lula e dos parlamentares federais, para viabilização da obra. Contudo, como gestão de gratidão, dez questão de citar duas pessoas que, segunda ela, abraçaram o projeto e não mediram esforços para que o Complexo Viário da Abolição pudesse sair do papel e virar uma realidade.

“Queria pedir licença, a todos vocês, para fazer uma deferência, a um ministro norte-rio-grandense, Alfredo Nascimento (ministro dos Transportes). Ele encampou essa luta. Você foi um lutador, com a aquiescência do nosso presidente Luís Inácio Lula da Silva”, reconheceu Fafá Rosado, citando também a participação do deputado federal João Maia (PR), outro batalhador do projeto.

Fafá explicou que, enquanto o projeto do Complexo Viário tramitou no Ministério dos Transportes, o deputado João Maia se colocou como o interlocutor da obra. “Ele botou o projeto debaixo do braço, e encampou essa nossa luta. Obrigado, João Maia, pelo apoio nos dado”, agradeceu a prefeita, ressaltando, novamente, o apoio da bancada federal para concretização da obra.

Homenagem - A prefeita Fafá Rosado aproveitou a solenidade para dar uma sugestão: o que o complexo viário receba o nome do ex-ministro e ex-governador, Aluízio Alves. A homenagem de Fafá é feita no dia em que Aluizio completaria 88 anos de vida. “Peço licença a vocês, para que se denomine a obra de Complexo Viário da Abolição Ministro Aluizio Alves”, sugeriu a prefeita.

O ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, destacou a importância da prefeita Fafá Rosado na concretização do Complexo Viário. Disse que, como a Prefeitura de Mossoró se empenhou na elaboração do projeto técnico, a obra pode ser licitada e iniciada em pouco tempo, diferentemente de outros projetos que são encaminhados ao Governo Federal, sem maiores detalhamentos.

A ministra Dilma Housseff e a governadora Wilma de Faria também elogiaram o trabalho da prefeita Fafá Rosado, para viabilizar a obra. Dilma garantiu que, até o final de 2010, o complexo viário estará pronto. Após a solenidade, e de uma entrevista à imprensa, a ministra Dilma Housseff, a governadora Wilma de Faria e a prefeita Fafá Rosado acionaram, simbolicamente, uma das máquinas no projeto, dando largada à obra.

Fonte:  http://pref-mossoro.jusbrasil.com.br/politica/5532334/o-complexo-viario-nao-tem-partido-e-uma-obra-do-povo-de-mossoro

Dilma, Wilma e Fafá lançaram projeto do Complexo Viário da Abolição

Para não ser descortês com nossa brava governadora Rosalba Ciarlini, no episódio da gafe cometida por ela, ao tentar assumir a paternidade do Complexo Viário da Abolição, registramos aqui, uma foto do dia 8 de agosto de 2009, em que a então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff - hoje presidente da República - visitou Mossoró, para ao lado das então prefeita de Mossoró e governadora do Rio Grande do Norte, respectivamente, Fafá Rosado e Wilma de Faria, lançar a pedra fundamental da obra.

Uma imagem que fala mais que mil discursos...

Dilma, Wilma e Fafá lançaram obra do Complexo Viário 

Menos, governadora...


Na carona do que escreve o amigo Rubens Coelho, aproveito para fazer algumas observações.

Todos que fazem ou que acompanham a política mossoroense nos últimos nove anos, sabem, ou podem constatar, que o projeto do Complexo Viário da Abolição é de autoria da administração Fafá Rosado.

Foi à ex-prefeita Fafá, que em sua administração, contratou uma consultoria e, posteriormente, elaborou um arrojado projeto para construção do Complexo Viário da Abolição.

Além de articulações junto aos governos do Estado e Federal, com apoio de representantes da bancada federal do Rio Grande do Norte, aqui e em Brasília, Fafá Rosado, autorizou um investimento da ordem de R$ 1 milhão na elaboração do projeto do Complexo Viário.

Em face do montante da obra, foi acordou que o projeto do governo Fafá Rosado, seria executado pelo governo do Estado e com recursos da Dilma Rousseff.

E isso é o que tem ocorrido.

Assim sendo, foi no mínimo antiético o discurso da governadora Rosalba Ciarlini assumindo a paternidade do Complexo Viário da Abolição, obra que foi projetada pela gestão Fafá Rosado e viabilizada pelo governo Dilma Rousseff.

É bom lembrar que os ex-governadores Wilma de Faria e Iberê Ferreira de Souza, também não podem ser excluídos entres os que contribuíram para a realização dessa obra.

Não pegou bem a imagem da governadora no viaduto liberado, e acompanhada apenas de um pequeno grupo de auxiliares.

Que a Rosa precisa recuperar a imagem e o tempo perdidos, isso todos reconhecem.

Todavia, entretanto, no entanto, porém, não precisa é apelar assim, declarando que projetou e construiu uma obra que todos sabem, foi projetada por Fafá Rosado, iniciada por Wilma e Iberê e executado com dinheiro do governo Dilma.


Menos, governadora...

O jeito Rosalba de assumir a paternidade de projetos de outras políticos

No sábado, ao acompanhar a passagem da governadora Rosalba Ciarlini, por Mossoró e, uma propalada - por ela Rosalba - inauguração de um dos viadutos do Complexo Viário da Abolição, até divulguei o material da assessoria do Governo.

E aguardei um pouco para comentar o assunto.

Hoje, passando em revista os nossos colunistas dos jornais locais, via internet, constatei um comentário, pertinente - que se afirme -, do nosso conde Rubens Coelho.

Confira o que ele escreve em sua coluna, na página 5 do jornal Gazeta do Oeste:

A MESMA TÁTICA

Rosalba está usando a mesma tática posta em prática quando prefeita de Mossoró, ou seja, inaugurar obras realizadas com recursos e responsabilidade federal como se fora exclusiva de sua administração. Isso aconteceu sábado passado, 26, quando da inauguração do viaduto que dá acesso pela Avenida Felipe Camarão à estrada de Apodi sobre a BR-304. A obra do Dnit teve um custo de mais de 72 milhões de reais, desse total a contrapartida do Estado foi de apenas 7 milhões, mas a governadora, em seu discurso, não mencionou esses detalhes, dando a impressão de que tudo foi realização do governo estadual. Essa dissimulação é por demais conhecidas.

Fonte:  http://www.gazetadooeste.com.br/detalhe_coluna.php?c=1

Cláudia Regina é cassada pela sexta vez



Por:  Bruno Barreto
A prefeita Cláudia Regina (DEM) e o vice-prefeito Wellington Filho (PMDB) foram cassados pela sexta vez em dez meses. Desta vez a sentença é da juíza Ana Clarisse Arruda, que a condenou a perda de mandato em processo movido pelo Ministério Público que versa sobre o flagrante de servidores públicos municipais distribuindo panfletos da então candidata no bairro Santo Antônio em pleno horário de expediente na semana que antecedeu à eleição.
O caso ocorreu em 4 de outubro de 2012, a Polícia Rodoviária Federal flagrou um grupo de seis detentores de cargos comissionados conversando com moradores. O grupo de militantes/comissionados portava panfletos e formulários para cadastro de eleitores. Os servidores alegaram estarem de folga concedida pelo secretário municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente, Alexandre Lopes, que continua no cargo.
Os argumentos não convenceram a juíza. "Restou configurada a arregimentação de eleitores como ato preparatório para o crime de captação ilícita de sufrágio, bem como ficou cabalmente comprovada a realização de conduta vedada, vez que as pessoas ocupantes do veículo abordado e que portavam o material de campanha apreendido se tratavam de servidores públicos municipais fazendo campanha em dia e horário de expediente", frisou.
A magistrada também não acatou as alegações da defesa de que eles estavam trabalhando para a campanha numa quinta-feira, porque tinham dado expediente no feriado. "Ora, foge ao senso comum a ideia de que servidores públicos trabalhariam em dia feriado para, em conjunto, usufruírem folgas em dia útil, sendo, de todo oportuno mencionar, que tal fato ocorrera em véspera de eleição municipal, acirrada como a que ocorreu em Mossoró no ano de 2012, ainda mais para se dedicarem a realizar campanha eleitoral dos candidatos apoiados pelo grupo político que os empregou", rebateu.
Na sentença também se conclui que não há qualquer registro de que estes servidores deram expediente interno nem externo no feriado.
A reportagem fez contato com os advogados Kennedy Diógenes, Humberto Fernandes e Sanderson Mafra que defendem os interesses da prefeita. Nenhum deles atendeu ao telefone celular nem deram retorno.
A sentença não tem efeito imediato por causa da jurisprudência do TRE.

MULTA
A prefeita, o vice-prefeito e Alexandre Lopes receberam multa de 25 mil Unidade Fiscal de Referência (Ufir). Isso é o equivalente a R$ 60 mil.

Em outro processo, juíza absolve prefeita de Mossoró

Em outra sentença, Ana Clarisse Arruda absolveu a prefeita Cláudia Regina e o vice-prefeito Wellington Filho. Desta vez foi com relação a um processo relativo às questões políticas da nomeação de Rafaela Nogueira da Rocha para cargo comissionado no Detran.
Ela repetiu a decisão do antecessor na 34ª Zona Eleitoral, Pedro Cordeiro Junior. O problema é que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) mandou que o processo voltasse à primeira instância porque o magistrado não ouviu todas as testemunhas.
A personagem em questão é filha do ex-vereador Francisco Dantas da Rocha, que no período das articulações era o nome melhor situado do DEM nas pesquisas e fora preterido pela então vereadora Cláudia Regina.
O Ministério Público entendeu que a nomeação de Rafaela para o Detran teria sido em troca do apoio político de Chico da Prefeitura, considerado decisivo no pleito.
A magistrada descaracterizou a irregularidade por Rafaela ter sido nomeada para cargo em nível estadual. "Ora, a nomeação de Rafaela Nogueira se deu no âmbito do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e, portanto, não abarcada pela vedação ali prevista, posto que, em eleições municipais, a circunscrição é o município, no caso, Mossoró. Não incide, pois, a alegada vedação, não havendo, por conseguinte, que se falar em prática de conduta vedada", frisou.

Fonte:  www.omossoroense.com.br

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O PT está dividido

Depois de receber orientação da Comissão Política do partido, em nível nacional, através do presidente Rui Falcão, a Executiva Estadual do PT-RN, vai se reunir com os partidos que fazem oposição ao Governo Rosalba e integram a base de apoio do Governo Dilma.

O PT irá para os encontros apresentando a deputada federal Fátima Bezerra como candidata ao Senado.

Porém, a postulação de Fátima ao Senado encontra resistência dentro do PT RN.

Enquanto a Executiva Estadual anuncia posição de apoio ao nome de Fátima, lideranças do PT se apresentam em defesa de candidatura ao Governo do Estado.

É o caso de Hugo Manso, vereador de Natal.

Via Twitter ele defendeu o lançamento de candidatura ao Governo do Estado, o que joga por terra o sonho de Fátima Bezerra de firmar aliança com o PMDB.


O jornalista José de Paiva Rebouças,  do portal e jornal De Fato lançou o seu livro Cruviana, que reúne contos dele e de vários autores do Brasil, Argentina e Portugal.

A iniciativa faz parte do Projeto Cruviana (www.revistacruviana.blogspot.com), lançado de forma virtual em 2011 e que já está na quinta edição.

Parabéns e sucesso, garoto.

J. Belmont revela: "O ex-vereador Francisco Dantas da Rocha, DEM, foi abandonado pelos aliados"

Depois que voltou para sua residência, após algumas semanas internado no Hospital Wilson Rosado, Chico da Prefeitura, como o ex-vereador é conhecido, foi abandonado pelas lideranças políticos do grupo ao qual faz parte.

Esta e outras revelações foram feitas por Chico da Prefeitura, ao radialista-blogueiro, ex-deputado estadual J. Belmont, em entrevista exclusiva, que será publicada no período da noite.


Você poderá conferir a entrevista de J. Belmont com Chico da Prefeitura no www.jbelmont.com.br

Fernando Bezerra diz que não foi convidado para ser candidato a governador: “só uma sondagem”

Por:  Thaisa Galvão

A candidatura a governador do ex-senador e empresário Fernando Bezerra (PMDB), ainda consite de uma sondagem feita pelo partido.
Segundo o próprio Bezerra, com quem conversei agora, ele foi procurado pelo presidente do PMDB, deputado Henrique Alves e pelo ministro Garibaldi Filho uma única vez.
A conversa aconteceu na casa do engenheiro Sílvio Bezerra, filho de Fernando.
“Eles me perguntaram se, caso não definissem uma candidatura, se eu aceitaria”, disse FB.

Thaisa Galvão – Mas tem se falado em uma mudança de postura de sua parte. Que agora você já admite pensar na possibilidade.

Fernando Bezerra – Eu não posso impedir as pessoas de dizerem o que elas quiserem. Mas, eu desafio qualquer um a dizer que ouviu eu dizer que aceito ser candidato.

Thaisa Galvão – Tem sido divulgado que você pediu um tempo para pensar e teria estipulado março como prazo para a resposta.

Fernando Bezerra – Me pediram para pensar, para dar um tempo para pensar. Se a resposta fosse dada hoje seria Não. Mediante isso eu tenho todo um tempo para pensar. Mas eu não tenho nenhuma decisão, lhe asseguro honestamente. Sou uma pessoa de responsabilidade e não digo que em hipótese alguma, mas tenho um tempo para pensar.

Thaisa Galvão – Uma chapa com seu nome tem sido anunciada…

Fernando Bezerra – Falam que eu sou pesado, que perdi pra Rosalba, que perdi pra Wilma. Tudo isso é verdade. Agora, se perguntassem a você se você se você queria ser candidata à governadora, você não diria que iria pensar?

Thaisa Galvão – risos…. Eu diria Não na mesma hora. Mas eu não sou política, né? Nem sou filiada a partido..Você é político.

Fernando Bezerra - Eu fui político, agora não sou mais. Faz 7 anos que deixei e nunca fui a uma reunião do PMDB.

Thaisa Galvão – Mas você tem prazo para responder à sondagem?

Fernando Bezerra – Olhe, até a governadora Rosalba tem dito que só fala de política no próximo ano.

Thaisa Galvão – Mas você só teve mesmo uma conversa?

Fernando Bezerra – Só uma e mesmo assim foi uma sondagem. Não converso com Henrique, que é o presidente do PMDB, há um mês. De concreto só houve uma sondagem e entre uma sondagem e um convite deve haver condições…

Thaisa Galvão – Pois estão divulgando que você já impôs condições, que aceitaria desde que não houvesse interferência política na sua gestão…

Fernando Bezerra – Estão dizendo isso? Eu não vou sair respondendo a tudo que falam. A menos que mexam com minha honra…

Fonte:  http://www.thaisagalvao.com.br/

Davi Rodrigues anuncia filiações ao PHS de Mossoró


Dando continuidade no projeto de fortalecimento do novo PHS de Mossoró, sob o comando de Davi Rodrigues, houve filiação em massa de ex-candidatos e suplentes de vereadores numa reunião que aconteceu nessa última semana e contou com 8 filiações de pessoas que foram candidatos a vereador em 2012 em nossa cidade.

Do total são quatro ex-candidatos do PSDB(kinkin, Viviane, Gaguinho do espetinho, Juninho da Barrinha) e quatro ex-candidatos do PTN (Ditinho filho de Pau-branco, francimar celular, Doutor, omar nogueira).

Nos próximos dias, serão filiados ex-vereadores que tiveram diversos mandatos em nossa cidade. Aguardem, vem mais gente boa por aí.

Vice-prefeita Wilma de Faria viaja para Recife e discutirá pleito de 2014 com Eduardo Campos

A vice-prefeita de Natal Wilma de Faria cumpre agenda em Recife. 

Ela tem reunião com o governador de Pernambuco Eduardo Campos, presidente nacional do PSB.

Wilma de Faria deseja ocupar uma vaga na chapa majoritária, para o Senado ou o Governo.


Reunião do PT e o PMDB

A deputada federal Fátima Bezerra (PT) anunciou, em Natal, que está marcada para o próximo final de semana, uma conversa do PT com o PMDB.

Em pauta as eleições 2014.

Parceria entre empresa de Tubarão e mineradora potiguar pode refletir em duplicação da linha de produção da Itagres.

Tubarão/SC
A parceria da empresa tubaronense Itagres com a Casa Grande Mineração, localizada em Parelhas, no Rio Grande do Norte gera bons frutos na Cidade Azul. O sucesso do projeto no estado potiguar irá gerar a duplicação da sua linha de produção.


Hoje, a Casa Grande Mineração é a fornecedora exclusiva dos minérios utilizados na produção de pisos especiais na empresa que mantém em Mossoró. Os investimentos são feitos em curto prazo com o desenvolvimento de produtos de alta qualidade no Rio Grande do Norte. A empresa irá expandir as operações para atender a matriz catarinense.

Entre os fatores que contribuíram para que a mineradora virasse a fornecedora exclusiva está o elevado controle de qualidade da sua produção mineral e a garantia de atendimento dentro dos prazos contratuais.

Conforme o diretor da Porcellanati, Gilmar Rabioli, a parceria com a empresa potiguar é um sucesso. “Primamos por ter fornecedores que sejam realmente parceiros e que nos garantam estabilidade da qualidade dos produtos”, enfatiza.


Fonte: Jornal Notisul

domingo, 27 de outubro de 2013

Encontro de ex-cantores da música secular no programa Só Cristo Salva


O programa Só Cristo Salva, na Rádio Difusora AM (1.170khz), de Mossoró-RN, recebeu um grupo de ex-cantores da música secular, que hoje são servos de Deus e cantam música cristã. Conversaram comigo e Michele Fonseca, Cristiano (ex Banda Inala); Vânia Belo (ex Circuito Musical e Limão com Mel); Genilson Alves (ex Colo de Menina) e Máximo Comando (ex Caviar com Rapadura). Fotos: Daniel Zumba.




Tiroteio deixa quatro feridos antes de jogo em Goianinha

NATAL – Um tiroteio na entrada do estádio Nazarenão, em Goianinha (RN), pouco antes da partida entre América-RN e Ceará, neste sábado, pela 31.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, terminou com quatro torcedores do time de Natal baleados. Dois deles na canela, outro no pé e um último na coxa.

O incidente, segundo o capitão Fábio Sandrine, comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, não foi motivado pela rixa entre as duas torcidas. Os autores dos disparos atiraram de dentro de três carros – um Chevrolet Classic, uma caminhonete preta e um Volkswagen Fox preto – e fugiram em direção à Paraíba.
*
Dentro do estádio, ainda antes de o jogo começar, nova confusão, desta vez entre as torcidas do América-RN e do Ceará. Eles entraram em confronto, que só terminou com intervenção da PM. Foram usadas balas de borracha e spray de pimenta para apaziguar os ânimos.

“Usamos spray de pimenta e também armas não letais”, explicou o capitão Fábio Sandrine. “Tem torcedor ferido com bala de verdade e torcedor ferido com bala não letal. Eles foram socorridos ao hospital, mas não correm risco”. Ao todo, 20 torcedores que participaram da briga dentro do estádio, em sua maioria do Ceará, foram detidos e conduzidos à delegacia da cidade. O América-RN venceu o jogo por 1 a 0.

Fonte: Agência Estado

Prefeito Carlos Eduardo afirma que não tem vetos “a nenhum nome do PMDB” para o Governo

Em entrevista ao jornal Tribuna do Nortem ao ser questionado sobre o nome do deputado federal Henrique Eduardo Alves para disputar o Governo, o prefeito de Natal Carlos Eduardo confirmou a proximidade com os peemedebistas e disse que não tem vetos a nenhum nome do partido.

“Hoje eu restabeleci bom diálogo com o PMDB e com seus líderes. O PDT tem um excelente diálogo com o deputado Henrique e o ministro Garibaldi, não há vetos a nenhuma candidatura do PMDB”.

E ele foi mais além: “Se dentro da composição couber ao PMDB a indicação do candidato a governador, votaremos no candidato do PMDB até porque no plano nacional está conosco no projeto da reeleição da presidente Dilma”.

Fonte:  Tribuna do Norte

sábado, 26 de outubro de 2013

Complexo Viário da Abolição tem viaduto quatro liberado


Por:  Francileno Góes
A Governadora Rosalba Ciarlini entregou na tarde deste sábado (26) mais uma obra que compreende o contorno viário de Mossoró.

Em companhia da secretária de Estado da Infraestrutura, Kátia Pinto, a Chefe do Executivo Estadual inaugurou o viaduto quatro do Complexo Viário da Abolição.

O viaduto está localizado no cruzamento da BR-304 e a Av. Felipe Camarão, que dá acesso à cidade de Apodi, e passou recentemente por testes de sinalização antes de ser liberado neste sábado.

A obra faz parte do Contorno Viário de Mossoró, e já conta com 16 km duplicados livres para o uso da população, sendo um km restante correspondente aos trechos dos viadutos 1, 2, 3 e a ponte, que passa por obras.


A construção é realizada através de convênio entre o Governo Federal e o Governo Estadual, sendo a Secretaria de Estado da Infraestrutura responsável pela fiscalização dos serviços de engenharia. O investimento total da obra é de R$ 72.344.566,98, cabendo ao estado a contrapartida de R$ 7.234.456,70.

Fonte:  http://francilenogois.blogspot.com.br

(Anti)slogan

Por Adriano de Sousa
Rosalba Ciarlini recolhe hoje pétalas & sépalas que lhe têm faltado no enrosco de crise que já dura 34 meses. Não se nega a ninguém o direito a uma grosa de rosas natalícias. Mas, no caso da governadora, será refresco raro e efêmero; cessada a reverência protocolar que o poder suscita, ei-la de volta à velha e dura dieta de cardos que, além de servir-se, ela serve ao estado, na gestão errática e apática que exibe índices micarlianos de realização e de reprovação.

Aguarda-a o desafio duplo de (1) fazer alguma coisa acontecer e (2) desemparedar-se, vencendo o isolamento político arquitetado por aliados em debandada e induzido pela catatonia da gestão. A onda de aparições públicas, com um discurso mais agressivo sobre os oponentes, em ambientes e situações de menor risco que os da sonora visita da presidente Dilma Rousseff, é a primeira ação politicamente sensata em meses. Tem o condão de abrir espaços na mídia indiferente ou hostil, além de cavar trincheira na guerra do cenário eleitoral em armação.

Qualquer hostilidade popular será menos danosa do que o acuamento no gabinete, onde o governo não faz e não acontece. Nas ruas, se não há percepção coletiva favorável, haverá ao menos a ilusão de que o corpo a corpo, uma marca pessoal que a Rosa esquecera, pode oxigenar o governo, mantendo a governadora viva na briga de foice para 2014. E de ilusão também se vive, pelo menos enquanto a realidade dorme seu soninho de beleza — até acordar e chamar todo mundo aos carretéis.

Ao abandonar a postura defensiva e adotar discurso agressivo, demarcando diferenças éticas em relação aos velhos (Wilma) e aos novos (PMDB) oponentes, Rosalba parece consciente do dever de disputar a reeleição, com ou sem condições políticas internas, com ou sem respaldo externo.

Se não o fizer, cometerá o mesmo erro de Micarla, que por falta de fibra ou de tirocínio deixou de fazer o que só ela poderia: defender o próprio governo e, assim, firmar um contraponto mínimo ao previsível massacre por adversários e aliados, durante a campanha. Ao refugar o desafio e cair fora sem resistir, a Borboleta deu de barato que todas as suspeitas e mazelas eram verdades absolutas, cristalizando a imagem da gestão indefensável.

O que pega pra Rosalba nesse arremedo de estratégia é o conflito aberto com a cúpula do partido, que acalenta interesses diversos. Em tal contexto, até sua gestão desalentadora parece uma coisica diante do problemão chamado José Agripino. O senador controla o DEM com palavra de rei sobre o partido ter candidato ao governo ou apenas secundar outra legenda (provavelmente o PMDB) em troca de arranjos que salvaguardem na chapa proporcional o futuro do deputado Felipe Maia.

Não é vão supor que, aos olhos de José, a Rosa saiu-se menor do que a encomenda, como gestora e como aliada, desde a formação da equipe (sentiu-se pouco prestigiado) e no desenrolar da gestão (os resultados ruins chamuscam todos os demos).

Frio, Agripino declara aqui e ali, umas vezes com elegância de correligionário e outras com enfado de cético, que a candidatura de Rosalba só depende de ela se mostrar eleitoralmente viável. Tradução: o DEM não acredita que ela recupere as pétalas e não vai arriscar o mandato de Felipe somente para garantir à governadora uma tribuna de defesa.

Essa conta de chegada de Agripino estorva o cálculo de quem faz contas por Rosalba. Na aritmética do secretário Carlos Augusto Rosado, a Rosa poderia, com um tantão de trabalho e outro de sorte, contabilizar mais que uma trincheira de defesa. Numa eleição sem nomes mais taludos (como Garibaldi Alves, Henrique Alves e Wilma de Faria) ela talvez tivesse a chance de — com a força natural da máquina turbinada pelos dinheiros de programas como RN Sustentável, ProInvest e Pró-Sertão — bater competidores de bico menor que bacuraus e araras.

Entretanto, esse mundo cor de rosa parece miragem de verão em Tibau: Rosalba teria que fazer em 8 o governo que não aconteceu em 34 meses, construindo saldo administrativo e capital de imagem capazes de multiplicar-se em votos.

Se considerarmos o passado de inação e o presente de confusão, com dificuldades financeiras e políticas que engolem as escassas boas notícias, é difícil crer no milagre. Por enquanto, tudo o que Rosalba pode é afirmar a honestidade como princípio pessoal e marca distintiva da gestão. Não é pouco, mas não é tudo.
Sem a companhia da competência para transformar o princípio moral em motor de realizações, com trabalho real e resultados concretos, o máximo a que o governo honesto pode aspirar é ter por marca o (anti)slogan: não rouba nem faz.

Fonte Novo Jornal