segunda-feira, 31 de março de 2014

Sandra e Wilma se reunirão com dirigentes nacionais do PSB


A deputada federal, Sandra Rosado acompanha a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, em reunião com representantes da executiva nacional do PSB.

O encontro está agendado para esta terça-feira, 1º de abril, em Brasília.

Sandra e Wilma se reunirão com Carlos Siqueira e Roberto Amaral, da direção nacional do PSB.

O encontro será para que como presidente estadual do PSB-RN, Wilma de Faria explique o que levou o partido a firmar aliança com o PMDB-RN.

Besteira besta, como diria o mestre saudoso, Dorian Jorge Freire, achar que o diretório nacional vai impedir Wilma de Faria de definir o seu rumo.

Revelações repassadas...

Em verdade, este que "vos fala", como editor do Portal Difusora, teria sido a segunda pessoa a ouvir o relato das revelações do deputado federal, Betinho Rosado, PP.

Antes, uma autoridade municipal, já recebera todas as informações da citada conversa.

Os bastidores estão fervendo.

Para apoiar o prefeito Francisco José Júnior rosalbismo reivindicaria a indicação do candidato a vice

De acordo com revelações feitas pelo deputado federal, Betinho Rosado, PP, em conversa com uma fonte do Portal Difusora, sobre os bastidores das articulações do grupo politico da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, DEM, o rosalbismo pode votar no prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, PSD.

Essa possibilidade passaria a existir, em caso - mais do que provável - de não vingar, judicialmente, a candidatura da prefeita cassada e afstada, Cláudia Regina, DEM, em chapa formada com a empresária Seyssa Praxedes, conforme lançado na tarde desta segunda-feira, 31, pela governadora.

De acordo com o que Betinho Rosado revelou, como não existe outro nome para disputar a Prefeitura de Mossoró, no grupo rosalbista, além do de Cláudia, então, o plano B seria o apoio ao nome de Francisco José Júnior, PSD.

Todavia, nesse caso o rosalbismo teria um pleito a fazer: indicar o candidato a vice.

As revelações de Betinho Rosado, foram feitas, na tarde desta segunda-feira, na sede do TRE, em Mossoró, quando o parlamentar compareceu ao local para fazer sua revisão biométrica.

E, momentos antes de sua cunhada, a governadora Rosalba Ciarlini, e seu irmão, o chefe da Casa Civil, Carlos Augusto Rosado, fazerem o lançamento da chapa Cláudia Regina-Seyssa Praxedes, na mansão da prefeita cassada e afastada,  no bairro Nova Bethânia.

Rosalba lançou a chapa com Cláudia Regina e Seyssa Praxedes.

Porém, Betinho Rosado, que pelo que informa os assessores da governadora, não esteve na casa de Cláudia, diz, e sem pedir segredo, que isso aí é para "inglês ver".

Confira matéria sobre o que está sendo conversado nos bastidores do Rosalbismo, em matéria exclusiva do Portal Difusora.

Bomba: Betinho Rosado revela que o rosalbismo pode votar no prefeito Francisco José Júnior

Prefeito Francisco José Júnior, do PSD pode ter o apoio do rosalbimso, segundo Betinho

Não é certo que o DEM, vá, realmente, apoiar o nome da prefeita cassada e afastada, Cláudia Regina, para a disputa da Prefeitura de Mossoró.

E dependendo que possa acontecer, até o dia da eleição, o rosalbismo pode até votar no prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior,, do PSD.

Confira os detalhes no Portal Difusora.

Betinho Rosado revela que o nome de Cláudia Regina será mantido até quando Larissa Rosado for mantida pelo grupo Rosado


Ao participar da revisão biométrica na tarde desta segunda-feira, 31, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em Mossoró, o deputado federal, Betinho Rosado, PP, fez revelações importantes sobre o que, realmente, seu grupo político tem planejado nos bastidores.

Enquanto a chapa Cláudia Regina e Seyssa Praxedes era lançada, por sua cunhada, a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, Betinho revelava que, em verdade, tudo pode ser diferente.

O parlamentar até afirmou, em conversa com uma fonte do blog, que diante da situação jurírica, Cláudia Regina só será mantida como candidata do DEM, até o momento em que o grupo rosado mantiver a deputada estadual, Larissa Rosado, como candidata nas eleições suplentares de 4 de maio.

Aguarde matéria exclusiva, em instantes, no Portal Difusora.

Rosalba anuncia Seyssa Praxedes como vice de Cláudia Regina

Rosalba Ciarlini apresenta sua chapa: Cláudia Regina e Seyssa Praxedes - Foto; Marcos Garcia 
A governadora do Estado, Rosalba Ciarlini e seu marido, o ex-deputado estadual, Carlos Augusto Rosado, DEM, anunicaram nesta segunda-feira, 31, a chapa com a qual seu grupo político poderá disputar a Prefeitura Municipal de Mossoró, nas eleiçõe s suplementares de 2014.

Em reunião realizada na casa da prefeita cassada e afastada, Cláudia Regina, Rosalba e Carlos Augusto anunciaram que a empresária Seyssa Praxedes, do PR, será a candidata a vice, da chapa.

O nome de Cláudia Regina já havia sido anunciado pela própria governadora, Rosalba Ciarlini, em entrevista ao Portal e Rádio Difusora de Mossoró, como candidata do DEM, ao cargo de prefeito.

A reunião na casa de Cláudia Regina, teve além de Rosalba e Carlos Augusto Rosado, as presenças do ex-vereador, Renato Fernandes e sua esposa, a empresária Seyssa Praxedes.

Ao final do encontro, Rosalba Ciarlini posou para fotografias ao lado de suas candidatas, Cláudia Regina e Seyssa Praxedes.

Fonte: www.defato.com

Mais confusão no governo Rosalba: defesa da irmã da governadora desmente secretário estadual sobre pagamento indevido e sindicância

Advogado Thiago Cortez alega que informação é equivocada e a Sesap já se pronunciou sobre o ocorrido em documento 


Por Leonardo Dantas

A defesa da ex-deputada e irmã da governadora Rosalba Ciarlini, Ruth Ciarlini questionou as informações da Secretaria de Estado e de Saúde Pública (Sesap) de que ela teria se beneficiado de pagamento indevido. A denúncia diz respeito à remuneração por plantões eventuais e salário em maio de 2013, como assistente social do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, sem dar expediente.

O advogado Thiago Cortez encaminhou cópias dos contracheques e extratos bancários de Ruth Ciarlini como prova de que ela não recebeu o salário de maio de 2013 por motivo de afastamento da função. Ele negou ainda a informação de que Ruth Ciarlini respondeu a sindicância dentro da Sesap e teria ressarcido os cofres públicos pelo salário indevido.

“Maio de 2013 foi o único mês que, equivocadamente, atribuíram-se plantões eventuais a ela, porém a própria Direção do HRTM detectou e comunicou a falha à SESAP em tempo hábil de não serem pagos, conforme documento em anexo”, disse.

Além disso, apresentou um documento da direção do HRTM corrigindo a informação, classificada como equivocada. Trata-se de um documento da Coordenadoria de Recursos Humanos da Sesap, no qual informa que “a diretoria do hospital informou ao setor de administração da folha de pagamento as faltas da servidora, as quais foram todas descontadas em maio de 2013, motivo pelo qual a servidora não recebeu remuneração deste mês (05/2013)”.

Fonte: www.portalnoar.com

Mais um desfalque no canteiro da Rosa

O vereador Ricardo de Dodoca, presidente do PTB, é mais um dos que não estarão no palanque do DEM, em Mossoró, nas eleições suplementares para prefeito e vice, em 4 de maio.

Se o pleito, realmente, acontecer.


Secretário Sebastião Almeia apresenta campanha para economia de energia em reparticições municipais

Reunião de secretários na Prefeitura de Mossoró
O secretário municipal de Administração, Sebastião Almeida, apresentou na tarde desta segunda-feira, 31, no Palácio da Resistência, sede da Prefeitura de Mossoró, uma campanha de redução do consumo de energia elétrica nas repartições municipais.

Se a meta de redução do consumo de 5% for alcançada a economia mensal será de R$ 400 mil, conforme dados apresentados pelo secretário.

A reunião teve participação de grande parte do secretariado municipal.

Palanque de apoio a Francisco José Jr na suplementar conta com doze partidos

O Pros, de Genivan Vale, seria o 13º partidos a apoiar Silveira
Ricardo de Docosa anunciou apoio ao prefeito Francisco José Júnior 

Por: Gutemberg Moura
O vereador Ricardo de Dodoca, do PTB, anunciou apoio ao prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, do PSD, nesta segunda-feira, 31.

Com mais esse apoio uma mega-coligação está formada em apoio à candidatura do prefeito Francisco José Júnior para a eleição suplementar de Mossoró, marcada para acontecer no dia 4 de maio. Até o final da manhã desta segunda-feira (31/03) doze partidos já tinham definido apoio a Silveira.

Além do seu partido, o PSD, o prefeito terá ainda no seu palanque o PTN, PDT, PV, PSL, PRB, Solidariedade, PSDB, PSC, PT, PMN e PTB, que fechou com o prefeito nesta segunda. Silveira poderá receber ainda, a qualquer momento, o apoio do Pros, de Genivan Vale.

O prefeito Silveira Júnior demonstra enorme habilidade política e capacidade de negociação com os partidos, nessa fase pré-eleitoral. A base de apoio montada por ele, além de robusta por si, de quebra fragiliza seus adversários políticos, no pleito suplementar municipal.

A maioria dos partidos que fecharam com Silveira Júnior, esteve no palanque da prefeita (cassada e afastada) Cláudia Regina, do DEM, ou no de Larissa Rosado, derrotada em 2012. Portando, seus adversários irão à disputa eleitoral com uma base partidária tíbia.

Aceitação - A boa desenvoltura do prefeito no plano político-partidário também é vista no plano administrativo. No comando da municipalidade desde o dia 5 de dezembro de 2013, Silveira Júnior vem impondo um intenso ritmo de trabalho e realizações.

Um dos destaques do seu governo, foi a abertura da Upa do Belo Horizonte, inaugurada em 2012 pela então prefeita Fafá Rosado, mas mantida fechada na gestão da então prefeita Cláudia Regina. O jeito do prefeito trabalhar vem agradando aos mossoroenses.

Fonte: www.gutembergmoura.com.br

Rosalba, Carlos Augusto e Paulo Araújo discriminam a Difusora


Por: Emerson Linhares 
O Governo do Estado do Rio Grande do Norte ignora por completo um veículo de comunicação que tem mais de 60 anos de existência, comprovadamente uma das maiores audiências da radiofonia local e regional que é a Rádio Difusora de Mossoró.

Em 2013 não recebemos nenhuma campanha publicitária para veiculação. Este ano caminha para a mesmíssima coisa. Mas a rádio RPC, de propriedade da governadora Rosalba Ciarlini e de seu, esposo, chefe de gabinete da Casa Civil Carlos Augusto, está “rodando” material do Governo do RN.

Discriminação total por parte de Rosalba, Carlos e do atual secretário de Comunicação, Paulo Araújo.

Fonte:  www.rapaduranwesmossoro.blogspot.com.br


Tomaz Neto vai se afastar da Câmara Municipal por 30 dias

Mais um vereador pedirá licença.

É Thomaz Neto, do PDT.

Em seu lugará deve assumir o suplente Lucílio Guilherme.

Na semana passada o vereador Francisco Carlos, do PV, pediu licença e terá sua cadeira ocupada pelo suplente, Naleson Araújo, PV.

Os desfalques da Rosa

Para as eleições suplementares de 4 de maio, para prefeito e vice-prefeito, em Mossoró, o palanque da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, DEM, terá alguns desfalques.

A começar da estrutura da Prefeitura Municipal de Mossoró que, depois de muitos anos, não terá como ser usada para fins eleitorais do rosalbismo.

Lá não estará a ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado e seu marido, deputada estadual, Leonardo Nogueira.

Muito menos o ministro da Previdência, Garibaldi Filho.

Também, Henrique Alves, presidente da Câmara Federal.

Igualmente, João Maia.

O ex-vereador Chico da Prefeitura, também estará noutro palanque.

E os desfalques deverão ser bem maiores.

E as reuniões no Sítio Canto?

Reunião no Sídio Canto em 2012
Campanha eleitoral que se preze, em Mossoró, para prefeito e vice, tem que ter as grandes e pomposas reuniões no Sítio Canto, residência oficial da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini e do marido, chefe da Casa Civil, Carlos Augusto Rosado.

Não se concebe que para as eleições suplementares de 4 de maio a Rosa não mobilize seu eleitorado para superlotar a quadra do Sítio Canto.

Aguardemos, pois!




Henrique é que não tem liderança nem perspectiva política...

Vejo partidos e grupos políticos e, inclusive com propagação da imprensa de que o deputado federal, Henrique Alves, não lidera, não tem voto, não vence disputa maoritária, que não terá o apoio de Wilma de Faria e coisas do gênero.

Então, o Velho Apache Antenado bate os tambores e questionaa: 

- Se Henrique que comanda o maior partido do Estado, que é o PMDB e já tem o apoio Wilma de Faria (PSB), Ricardo Mota (PROS), João Maia (PR), Zé Agripino (DEM), Rogério Marinho (PSDB), Paulo Dawin (PV), Carlos Eduardo (PDT) e de cerca de uma dezena de partidos menos votados, não tem condições eleitorais, então, como fica a situação de quem está sozinho no isolamento político para as eleições de 2014?

Com a resposta os entendidos em política.