quarta-feira, 26 de março de 2014

De olho na Suplementar, Cláudia Regina usa a “caneta” e honra “compromissos”


Por: Gutemberg Moura
A retenção de processos financeiros, de sua época, penalizava artistas e construtores

Desde que foi afastada da Prefeitura de Mossoró no dia 5 de dezembro de 2013, a prefeita (cassada), Cláudia Regina, do DEM, vinha criando algumas dificuldades à atual administração e, de quebra, incompatibilizando-se com servidores públicos, credores da Municipalidade e o segmento artístico.

Como isso poderia ocorrer, se Cláudia não “responde” mais pela Prefeitura? Simples. É que, muitos processos para o pagamento de despesas, abertos na gestão dela, precisam de sua assinatura para serem pagos. E Cláudia, esperando retornar ao comando do Município, “segurava” os processos.

Uma das “dívidas” de Cláudia era com a classe artística. Pagamento de projetos culturais e alguns incentivos ficaram parados durante semanas, esperando a “boa vontade” de Cláudia, na opinião da classe artística. Mas a eleição suplementar, de 4 de maio, começa a mudar o rumo dessa “prova”.

Esta semana, Cláudia carregou a sua caneta de tinta e assinou processos pendentes, inclusive os do segmento cultural. Mas ainda haveria “pendências” com construtores do Município. Alguns deles, inclusive, correligionários, que não escondem a frustração com o “gesto de cortesia” de Cláudia.

Fonte: www.gutembermoura.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário