sábado, 29 de março de 2014

Governo não paga produção do SUS e hospital suspende atendimento terça, 1

Serviço de radioterapia de Mossoró poderá ter energia cortada pela Cosern, pago Estado não repasse recursos a tempo para quitar dívida

Por: Gutemberg Moura
Enquanto a governadora Rosalba Ciarlini percorre o Estado, divulgando o seu projeto eleitoreiro batizado de “RN Sustentável”,a situação da saúde pública no Rio Grande do Norte vai se tornando insustentável a cada dia. É que, além da falta de investimentos nos hospitais estaduais, o governo ainda penaliza os prestadores de serviços do SUS.

O Hospital da Solidariedade, que mantém o serviço de radioterapia de Mossoró e região, está há quase três meses sem receber pagamento do Estado. A dívida da gestão Rosalba Ciarlini com o hospital chega ao montante de R$ 260 mil, e sem data para ser quitada.

Na próxima terça-feira (1), o hospital vai paralisar as atividades por 24 horas.

A manifestação, idealizada por funcionários da unidade hospital, é uma reação deles à não liberação dos recursos pelo Estado. Os salários estão atrasados há três meses, falta dinheiro para a compra de medicamentos e manutenção das máquinas de quimioterapia, e até mesmo a energia do prédio poderá ser cortada devido a dívida com a Cosern.

A conta de energia de janeiro ainda não foi paga, porque o Hospital não tem R$ 8.700,00 para quitá-la. Enquanto o impasse perdura, e o governo estadual “segura” o repasse da produtividade, o hospital e os pacientes com câncer vivem dias de incertezas. Atualmente, o hospital realiza 80 procedimentos de radioterapia/dia, cerca de 400 durante a semana.



Nenhum comentário:

Postar um comentário