segunda-feira, 31 de março de 2014

Mais confusão no governo Rosalba: defesa da irmã da governadora desmente secretário estadual sobre pagamento indevido e sindicância

Advogado Thiago Cortez alega que informação é equivocada e a Sesap já se pronunciou sobre o ocorrido em documento 


Por Leonardo Dantas

A defesa da ex-deputada e irmã da governadora Rosalba Ciarlini, Ruth Ciarlini questionou as informações da Secretaria de Estado e de Saúde Pública (Sesap) de que ela teria se beneficiado de pagamento indevido. A denúncia diz respeito à remuneração por plantões eventuais e salário em maio de 2013, como assistente social do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em Mossoró, sem dar expediente.

O advogado Thiago Cortez encaminhou cópias dos contracheques e extratos bancários de Ruth Ciarlini como prova de que ela não recebeu o salário de maio de 2013 por motivo de afastamento da função. Ele negou ainda a informação de que Ruth Ciarlini respondeu a sindicância dentro da Sesap e teria ressarcido os cofres públicos pelo salário indevido.

“Maio de 2013 foi o único mês que, equivocadamente, atribuíram-se plantões eventuais a ela, porém a própria Direção do HRTM detectou e comunicou a falha à SESAP em tempo hábil de não serem pagos, conforme documento em anexo”, disse.

Além disso, apresentou um documento da direção do HRTM corrigindo a informação, classificada como equivocada. Trata-se de um documento da Coordenadoria de Recursos Humanos da Sesap, no qual informa que “a diretoria do hospital informou ao setor de administração da folha de pagamento as faltas da servidora, as quais foram todas descontadas em maio de 2013, motivo pelo qual a servidora não recebeu remuneração deste mês (05/2013)”.

Fonte: www.portalnoar.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário