terça-feira, 1 de abril de 2014

Ex-vereador Renato Fernandes revela que o deputado João Maia ameaçou fazer intervenção no diretório do PR de Mossoró

Renato Fernandes revela que bastidores de conversas que provocaram sua saída do PR

“Abalado e decepcionado”.

Estas foram as palavras utilizadas pelo ex-vereador do PR, Renato Fernandes, em entrevista exclusiva ao Portal Difusora, para definir seu estado de espírito para com a posição do deputado federal, João Maia, presidente da sigla no Estado diante da possibilidade do partido se coligar com o DEM para as eleições suplentares de Mossoró.

Em conversa telefônica direto do Rio de Janeiro, onde se encontra, Fernandes detalhou os fatos ocorridos nesta segunda-feira, 31, que culminou com sua decisão de deixar o PR.

De acordo com Renato Fernandes, ele, sua esposa, a empresária Seyssa Praxedes, foram procurados pelo chefe da Casa Civil do Estado, Carlos Augusto Rosado, para uma reunião na casa da prefeita cassada e afastada, Cláudia Regina, no final da tarde da segunda, 31.

No encontro, com as presenças de Carlos Augusto e sua mulher, a governadora do Estado, Rosalba Ciarlni e Cláudia Regina, foi formulado o convite para que a empresária Seyssa Praxedes - esposa de Renato Fernandes - fosse a candidata a vice-prefeito, em chapa encabeça por Cláudia Regina.

- Seyssa agradeceu o honroso convite, porém, justificou que uma candidatura não estava em seus planos, diante dos compromissos profissionais -, revela Fernandes.

Diante da negativa, Carlos Augusto Rosado teria tentado convencer Seyssa, explicando que seria o ideal uma chapa com duas mulheres.

No entanto, em face da irredutividade de Seyssa Praxedes, Carlos Augusto e Rosalba convidaram Renato Fernandes.

- Foi nos dado um prazo de 24 horas para tomarmos uma decisão, e diante da importância da situação, me antecipei e fiz uma reunião com um grupo de amigos que me ajudava no PR, logo depois da reunião com a governadora Rosalba e seu marido Carlos Augusto Rosado -,  revela, Fernandes.

Durante a reunião e diante da decisão de Renato aceitar o convite para ser vice de Cláudia Regina, o ex-vereador fez uma ligação telefônica para o deputado João Maia.

- Para minha surpresa o deputado João Maia me afirmou o PR não iria se coligar com o DEM e acrescentou que se nós insistíssemos ele faria uma intervenção no diretório local  -, declarou Renato Fernandes.

Diante da posição do presidente estadual do PR, Fernandes disse que agradeceu, desligou o telefone, e avisou aos amigos que a partir daquele momento estava deixando o PR. “Disse que quem desejasse permanecer, não teria problema, porém, eu estaria fora do partido”, acrescentou.

Mais detalhes, no Portal Difusota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário