sexta-feira, 4 de abril de 2014

Resultado de julgamento de recurso desfavorável a Larissa Rosado

Para que nossos internautas tenha a informação sem distorção, destacamos aqui observação do jornalista Carlos Santos, em seu blog, sobre o efeito da decisão do TSE, que deu resultado desfavorável a deputada estadual, Larissa Rosado, em recurso sobre propaganda eleitoral.

Por: Carlos Santos
Vamos tentar explicar essa postagem do nosso amigo “Berg”, para evitar distorções intencionais ou por má-fé do caso.
A decisão implica em pagamento de multa e não de inelegibilidade (veja AQUI) o não provimento do Recurso Especial Eleitoral (RESPE), assinalado no site do TSE.
O TSE ainda não julgou o mérito (decisão final, quando não cabe mais qualquer recurso) do processo relativo à inelegibilidade por oito anos. Condenada, ela fica impossibilitada de participar do pleito suplementar municipal e até de tentar a reeleição a deputado estadual.
Sem dúvidas, seguidas decisões que têm sido tomadas pelo TSE, relativas à propaganda eleitoral antecipada, formam um futuro nebuloso para a pré-candidata a prefeito e deputada estadual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário