domingo, 18 de maio de 2014

A matematíca maluca de alguns analistas

Observo alguns especialistas afirmarem e, provarem, por A mais B, que a pré-candidatura ao Governo do Estado, do deputado federal, PMDB, Henrique Alves, não decola.

Então, vamos aos números.

O deputado federal, Henrique Alves, que já tinha os apoios do PSB, PDT, PROS, PSDB e PR, recebeu neste sábado, o apoio formal de outros sete partidos.

Anunciaram apoio PV, PHS, PEN, PRP, PRTB, PPS E PTB.

Também deve ganhar o apoio do DEM.

Para a próxima semana é anunciado o apoio do PMN.

Enquanto isso, os adversários de Henrique, a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, DEM, e o vice-governador, Robinson Faria, PSD, estão na seguinte situação.

Rosalba Ciarlini está inelegível e não tem nem o apoio de seu próprio partido.

Já Robinson Faria faz uma aliança de seu partido, o PSD, com o PT, mas, que segundo está claro, não tem o apoio nem dos deputados estaduais de seu próprio partido.

Mas, conforme alguns especialistas, a pré-candidatura de Henrique Alves não decola.

Então, podemos concluir que os cerca de 16 partidos que estão anunciando apoio ao nome de Henrique, pelo que se avalia por aí, estão se reunindo com o presidente da Câmara Federal para eleger, ou Rosalba ou Robinson...

Isso é o que pode chamar de matemática maluca.

Um comentário:

  1. Realmente, esta salada de letrinhas não vale de nada. Elas só servem para alguns espertalhões se beneficiarem do poder.

    ResponderExcluir