terça-feira, 27 de maio de 2014

Henrique e Cure Medeiros discutem com ministro a unificação de unidades de tratamento de câncer em Mossoró


O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e o ministro da Saúde, Arthur Chioro, discutiram com o presidente da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer, Francisco Curie, a unificação das unidades de tratamento do câncer, em Mossoró, em uma instituição filantrópica única.

A reunião foi realizada na tarde desta terça-feira, 27, em Brasília.

O ministro assegurou que a prioridade dos recursos do SUS, após os investimentos em hospitais públicos, é para as instituições filantrópicas. Henrique Alves disse que a reivindicação de Mossoró está na linha das prioridades do ministério da Saúde.
A estrutura existente em Mossoró, com duas unidades em funcionamento e outra em construção, é suficiente para atender a demanda por cirurgias oncológicas na região; mas, segundo o médico Francisco Curie, os recursos conveniados com o SUS não cobrem as necessidades e nem os atuais serviços prestados pela Liga Mossoroense Contra o Câncer. Atualmente, são realizadas 4 mil atendimentos por mês e mais de 100 cirurgias oncológicas pela Liga Mossoroense, mas a demanda reprimida é de 400 cirurgias por mês.

Além da ampliação do teto para cirurgias na região, o deputado endossou o pleito da direção da Liga para aquisição de uma nova máquina de radioterapia. Por sugestão do ministro, o valor do equipamento de R$ 6 milhões poderá ser assegurado através de uma emenda de bancada ao Orçamento Geral da União (OGU).

Ampliação de hospitais
Na mesma visita do ministro da Saúde ao presidente da Câmara dos Deputados foram apresentados pelo deputado Nelter Queiroz os projetos de ampliação e reforma dos hospitais municipais de Jucurutu e Santana do Matos. Cada proposta está avaliada em torno de um milhão de reais com recursos de emendas parlamentares de Henrique Alves e do senador Paulo Davim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário