sábado, 31 de maio de 2014

Mudança de cenário nos três grupos da Câmara Municipal de Mossoró

Ao ser deflagrado o processo de escolha de presidente da Câmara Municipal de Mossoró, existiam três grupos postos, com duas eleições a serem realizadas.

Os três grupos perfilados tinham a seguinte composição.

Pela ordem númerica, o Grupo 1, governista, composto por 9 vereadores: Manoel Bezerra de Maria e Flávio Tácito, do DEM; Claudionor dos Santos, do PMDB; Francisco Carlos, Alex do Frango e Celso Lanches, do PV; Herô, PROS; Genilson Alves, PTN e Tassio Mardônio, PSDB.

O Grupo 2, de oposição, com 7 vereadores: Izabel Montenegro e Alex Moacir, do PMDB; Lairinho Rosado e Vingt-un Rosado, do PSB; Genivan Vale, do PROS; Thomaz Neto, PDT. O sétimo que a bancada ganaria seria o do suplente Lucélio Guilherme, do PTB.

O Grupo 3, situacionsita, com 5 vereadores: Jório Nogueira e Cícera Nogueira, do PSD; Soldado Jadson, do Solidariedade; Ricardo de Dodoca, PTB e Narcisio, do PTN.

De início, os Grupo 2, de oposição, com 7 vereadores, estava fechado com o Grupo 3, com cinco integrantes. Isso totalizava 12 votos e poderia decidir os dois pleitos: o tampão e do biênio 2015/2016.

Todavia, integrado por vereadores experientes como Manoel Bezerra de Maria e Claudionor dos Santos, o Grupo 1, e seus 9 componentes se uniu.

Hoje, com dois apoios já confirmados e outros três em andamento, o Grupo 1 - dos 9, vai eleger o presidente da Câmara Municipal de Mossoró em pleito marcado para terça-feira, 3.

E não está descartada uma goleada no placar.

O nome escolhido pelo grupo dos 9, que agora é tem 11 votos, é o vereador Francisco Carlos, do PV.



Nenhum comentário:

Postar um comentário