quarta-feira, 21 de maio de 2014

Prefeito recebe promessa de novo aeroporto para Mossoró

Prefeito Francisco José Júnior é recebido pelo presidente da Cãmara, Henrique Alves - Fotos: Rodolfo Stukert

 
Mossoró terá um novo aeroporto. Esta garantia foi dada na manhã desta quinta-feira, 21, pelo ministro da Secretaria da Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, e pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves ao prefeito Francisco José Júnior, que cumpre agenda administrativa em Brasília.

O prefeito foi informado que a Infraero e a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) voltarão a Mossoró para escolher o terreno do novo aeroporto que deve começar a ser construído no início de 2015. O projeto está orçado em mais de R$ 200 milhões.

Francisco José Júnior se prontificou em entrar na parceria para a realização deste importante projeto, tendo em vista a sua importância para Mossoró e região Oeste. Segundo o prefeito, a construção de um novo aeroporto é indispensável, visto que foram encontradas 57 irregularidades na área do Dix-Sept Rosado.

Durante a reunião, Henrique Alves telefonou para o ministro Moreira Franco e o colocou em contato com o prefeito de Mossoró. O ministro confirmou para Francisco José as informações que o presidente da Câmara lhe transmitira.

Estrada do Sal
Outro assunto abordado na reunião foi a construção da “Estrada do Sal”, via de ligação entre as BRs 110 e a 304 no estado, que terá a extensão de 8,25 km. O projeto já foi cadastrado no Cadip/Bacen, mas precisa de gestões políticas para que sua tramitação seja agilizada.

O prefeito explicou que esse projeto é de grande relevância para o município.
Além de reduzir o percurso entre as duas BRs, desvia do perímetro urbano de Mossoró o tráfego pesado (especialmente de carga de sal).

Também desafogará o tráfego da avenida Dix Neuf Rosado (Av. Leste-Oeste), que é a principal via de acesso às universidades Federal Rural do Semiárido (UFERSA) e Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), assim como ao campus de Mossoró do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário