sábado, 31 de maio de 2014

Prego batido e ponta virada na eleição para presidente da Câmara Municipal

Uêba!!!

Voltei!

E quando o Velho Apache Antenado informar que o burro morreu, pode tocar fogo na cangalha, como diria o mestre Canindé Queiroz.

Pois, bem...

A bancada governista na Câmara Municipal de Mossoró - grupo majoritário -, que era composto por 9, já contabiliza 11 votos para eleger o vereador Francisco Carlos, PV, como novo presidente do Poder Legislativo.

Agora, a articulação é para ampliação do placar.

Partindo do princípio de que a bancada situacionisga contabilizava 14 votos, o grupo governista majoritário concluiu que qualquer resultado que não fosse a eleição de um nome escolhido dentre os 9, representaria uma derrota do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, PSD.

É que o outro grupo governista, contabiliza 5 votos e a oposição 7.

Então, decidido permanecer unido, o grupo dos 9 passou a articular o apoio de no mínimo mais dois votos.

Essa meta já foi alcançada.

Prego batido e ponta virada.

Todavia, depois de almoço realizado neste sábado, 31, no Restaurante Tenda, o grupo que agora é dos 11, considera que não de pode excluir os demais edis.

Dessa forma, em comum acordo, o grupo dos 11 decidiu buscar novos apoios.

Ainda neste sábado, mais dois vereadores poderão se integrar, passando a contabilizar 13.

Nada, no entanto, impede que o café da manhã deste domingo, 1º de junho, já tenha que ser servido para 15 colegas, ou, até mesmo 16 integrantes.






Nenhum comentário:

Postar um comentário