sexta-feira, 2 de maio de 2014

"Rosalbês" II

Não é por nada não, mas, aqui mesmo entre os assessores da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, tem profissional que escreveria muito melhor, a nota que ela tentou interpretar, hoje, através de sua rede de rádios quando a Rosa buscou marcar posição em um pleito no qual não tinha mais como se inserir.

Perdera o time.

Como diria o estilista Vicente Serejo a nota é "Pífia, da justificativa ao estilo".

Para complicar ainda mais, a governadora entra em um oito - e quem entende rádio pode captar isso facielmente -, quando tenta sair do sicript.

Ao buscar o caminho de volta ao texto - cinfrim -, aí é que a governadora entorna o caldo.

"Quem fala por Rosalba é Rosalba".

Isso mesmo, é isso que a governadora declara.

Uê, e tinha alguém aqui, falando por ela?

Se tinha, a governadora ficou devendo a identidade.

Ou o recado é para quem, (re) conhecidamente fala por ela?!

Como pelo visto não vou chegar a uma conclusão sobre o que, realmente, a governadora Rosalba Ciarlini tentou fazer com o desastroso pronunciamento e como tenho outras prioridades, então, pela manhã vou disponibilizar o áudio aqui.


Nenhum comentário:

Postar um comentário