segunda-feira, 2 de junho de 2014

Rosalba chora mas sofre derrota fragorosa no DEM e não será candidata

20140602-105312-39192507.jpg
Rosalba chora, mas não convece e sofre derrota fragorosa no DEM - Foto: Thaisa Galvão
“Vivemos um dia tenso, mas, que tínhamos que viver”.

Foi o que afirmou o senador José Agripino, DEM, ao final da reunião do DEM, na manhã desta segunda-feira, 2, em que a tese de aliança proporcional se sagrou vencedora com 45 votos, com apenas 10 contra, duas abstenções e um nulo.

Dessa forma, o DEM decidiu por ampla maioria que a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, não será candidata à reeleição.

O presidente do DEM no Estado e em nível nacional, explicou que a partir de agora, os membros da Executiva Estadual serão comunicados sobre a manifestação do Diretório Estadual.

Em seguida a Executiva Estadual fará a recomendação a Convenção Estadual pela homologação dos convencionais.

A convenção do DEM está marcada para o dia 15 de junho.

DECISÃO – O DEM decidiu abrir mão da candidatura majoritária, para o fortalecimento da chapa proporcional quando tentará as reeleições do deputado federal, Felipe Maia e dos deputados estaduais, Leonardo Nogueira, Getúlio Rêgo e José Adécio.

A reunião começou com duas tendências quando às eleições estaduais de 2014.

A tese vencedora teve como defensores, o senador José Agripino, o deputado federal, Felipe Maia e o deputado estadual, Leonardo Nogueira.

Do outro lado, em favor do projeto de reeleição da governadora, se expressaram a própria Rosalba Ciarlini e o ex-deputado federal, Ney Lopes.

Rosalba Ciarlini discursou, e chorou, ao lançar uma proposta para que somente na convenção estadual fosse adotada uma posição oficial.

Como sua proposta foi descartada pela maioria dos presentes, Rosalba se revoltou e deixou o local da reunião, sendo seguida pelo marido, o chefe da Casa Civil, e alguns auxiliares.

O senador José Agripino reafirmou que sempre manteve uma postura de lealdade para com todos os correligionários.

AUSÊNCIA – Mesmo com a ausência de Rosalba, a reunião continuou normalmente, com a realização da votação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário